26 de outubro de 2021 às 12h19m
Assembleia discute hoje construção de usina de dessalinização na Capital

A Comissão de Direitos Humanos e Cidadania (CDHC) e a Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento do Semiárido (CMADS) da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará realizam hoje uma audiência pública para discutir o projeto de implantação da Usina de Dessalinização da Praia do Futuro, em Fortaleza.

O debate está marcado para as 9h.

De acordo com o Governo do Estado, está prevista no local a construção da maior usina de dessalinização de água do mar do País. A usina terá a capacidade de produzir um metro cúbico de água por segundo, e o empreendimento vai incrementar a oferta de água na Capital e Região Metropolitana em 12%. Ainda segundo o Governo do Estado, cerca de 720 mil pessoas serão beneficiadas na Capital, abrangendo a área dos bairros Papicu, Varjota, Cidade 2000, Praia do Futuro, Caça e Pesca, Cais do Porto, Serviluz, Vicente Pinzón, Dunas, Aldeota e adjacências.

O presidente da CDHC e autor do requerimento, deputado Renato Roseno (Psol), informa que a audiência pública se faz necessária por conta dos potenciais impactos ambientais, sociais e urbanos que a obra poderá proporcionar. “Os estudos publicados sobre o impacto ambiental das plantas dessalinizadoras localizam como um dos maiores desafios, a influência da salmoura nos atributos físico-químicos dos ecossistemas receptores. Registram-se impactos sobretudo em relação à salinidade e a temperatura da descarga de salmoura. Dessa maneira, os efeitos da pluma salina podem se fazer sentir a partir de metros ao redor da descarga, e a centenas de quilômetros em casos extremos”, explica.


Fonte: O Estado

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001