28 de dezembro de 2009 às 10h30m
Foguetes ao seu alcance

Punto T-Jet, da Fiat, e Impreza WRX, da japonesa Subaru, são esportivos para dois tipos de "bolsos". Compare o desempenho destas máquinas

Punto T-Jet e Subaru Impreza WRX. Dois modelos que se assemelham por estarem no mesmo segmento, turbinados e “raivosos”, ou velozes e furiosos. Mas o preço distingue o tipo de cliente de cada um. O japonês é mais conservador e muito mais potente e completo, também por isso custa o dobro (entre R$ 109 mil e R$ 115 mil). Já o T-Jet, da Fiat, tem como diferenciais design, conforto e tecnologia e está sendo comercializado numa faixa de preço ente R$ 55 mil e R$ 59 mil.

O consultor do M&A, Henrique Oliveira, participou da avaliação e test drive dos modelos. “O primeiro o ‘brinquedinho’ da Fiat com 152cv extraídos do seu motor 1.4 turbo, o outro, algo mais radical, o segundo na hierarquia da fábrica japonesa, atrás apenas do famoso STI. Mesmo assim deu pra sentir as qualidades do carro, 230cv prontinhos a um simples toque no acelerador, de curso bem curto, embreagem um pouco pesada, mas nada que incomode, cambio preciso e torque abundante já em baixa rotação. Carro seguro e confortável, que atende aos anseios de quem quer andar forte e de quem tem que enfrentar o trânsito pesado do dia a dia”, avalia.

O Impreza WRX é sem dúvida apaixonante. Quem gosta de acelerar com segurança pode aproveitar o que o esportivo com tração integral nas quatro rodas da Subaru sem medo. E Henrique conclui: “Os bancos concha vestem perfeitamente os ocupantes, segurando o corpo nas curvas que parecem ser feitas em trilhos de trem, isso com a ajuda da tração 4X4 integral. O famoso motor boxer 2.5 16v turbo faz jus a fama e incentiva quem gosta de acelerar.”

Sobre o Punto T-Jet, Oliveira destaca: “Carro de visual agressivo, bem resolvido, freio excelente, com muita tecnologia embarcada, pouco torque em baixa, só andando pra valer acima dos 2.000rpm, mas que custa a metade do WRX”. O Punto é um carro completo: tem duplo airbag, ABS, ar-condicionado, computador de bordo, piloto automático, CD player com MP3, sistema Blue&Me e sensor de estacionamento, entre outros. Os únicos opcionais são ar digital, teto solar, navegador via satélite (igual ao do Linea), sidebags, window-bags, proteção contra colisão traseira, sensor de chuva e de farol e parafusos de roda antifurto.

Resultado: dois carros esportivos fora de série para dois públicos bastante distintos: o que pode pagar R$ 109.990 e gosta do conservadorismo e da eficiência japonesa; e o que pode ou quer pagar R$ 59 mil para ter design, desempenho e tecnologia italiana. Nada melhor do que fazer o test-drive e definir qual o modelo que melhor adapta ao seu estilo e que te dar mais prazer. E que você pode pagar, claro


Fonte: O Povo

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001