13 de dezembro de 2009
CE será o mais preparado´ no receptivo

O Ceará vai terminar 2010 como o Estado mais preparado para receber turistas nacionais e internacionais do Brasil", garante o secretário de Turismo do Estado, Bismarck Maia.

Clique para Ampliar

Centro de Eventos ocupará área de 173 mil metros quadrados, dos quais 73 mil serão para exposição e 21 mil para jardins, além do estacionamento com capacidade para 4.100 veículos
Foto: Divulgação

Clique para Ampliar

Acquario será construído no antigo prédio do Dnocs na Praia de Iracema, o primeiro do tipo na América Latina

O otimismo do gestor vem com base na conclusão de importantes investimentos em sua pasta no próximo ano, especialmente aqueles relacionados à acessibilidade, como a construção de novas estradas e duplicação de antigas. Além destes, o turismo cearense deverá receber forte "upgrade" até o fim do ano com o Centro de Eventos.

De acordo com o secretário, o novo espaço para a realização de eventos e feiras no Estado estará pronto entre setembro e outubro. Até agora, cerca de 15% das obras do equipamento, orçado em R$ 280,3 milhões, estão concluídos. O centro ocupará uma área total de 173 mil metros quadrados (com urbanização, estacionamento e edificação), dos quais 73 mil serão direcionados para exposição e 21 mil para jardins, além do estacionamento com capacidade para 4.100 veículos.

"O Ceará terá a melhor condição para receber eventos no País. O nosso centro é o segundo em tamanho, perdendo somente para o Riocentro, no Rio de Janeiro, mas este foi construído há 40 anos. Hoje, a tecnologia é mais moderna, e o nosso centro será o operacionalmente mais qualificado do Brasil", defende Maia. Segundo ele, até o fim de 2010, o equipamento deverá estar recebendo grandes eventos.

Também concomitante às obras de implantação do centro, devem ser realizadas as intervenções viárias que permitam o fluxo de veículos no já complicado trânsito da Washington Soares, onde, mesmo em meio a polêmicas, o equipamento estará localizado. O projeto de acesso ao Centro de Eventos já está pronto e se encontra no Departamento de Edificações e Rodovias (DER). Até o fim das obras do centro, o novo acesso deverá estar concluído.

O projeto, que custará entre R$ 70 milhões e R$ 80 milhões, inclui túneis abertos e fechados, para facilitar a entrada e a saída no estacionamento do Centro. Antes estava prevista a instalação de viadutos sobre a via, mas, segundo o secretário, a intervenção foi descartada porque, de acordo com Maia, provocaria grande degradação ambiental e visual, além de ser uma solução de engenharia bem mais onerosa. O centro visa reforçar o turismo no Estado durante todo o ano. (SS)

POR ATRASO NA LICITAÇÃO
Acquario deve ser adiado para 2011

Diferente do anteriormente planejado, uma das principais obras na área do Turismo no Estado, o Acquario Ceará, não deverá estar pronta em 2010. Por atrasos no processo licitatório, com a apresentação de recursos judiciais por parte das empresas concorrentes, o prazo para a conclusão do equipamento foi revisto para 2011. Entretanto, o secretário Bismarck Maia garante que em janeiro as obras terão início.

O aquário, que será construído no antigo prédio do Dnocs na Praia de Iracema, será o primeiro equipamento do tipo com porte internacional da América Latina. Orçado em R$ 250 milhões, o empreendimento com 21,5 mil metros quadrados de área construída e tanques com capacidade para 15 milhões de litros. Serão 21 aquários na edificação, distribuídos da seguinte forma: um aquário master, um aquário de tubarão, um aquário de pinguins, dois tanques de toques em espécies e 16 aquários menores, distribuídos em salas de exposição.

Bismarck considera o Acquario como um dos principais investimentos do Governo do Estado. Apesar da polêmicas que surgiram desde o lançamento do projeto, de que o custo do equipamento era muito alto, o secretário defende que a obra gerará divisas a Fortaleza e todo o Estado com a atração de mais turistas. "O equipamento, de cunho científico-educacional, se tornará um importante atrativo de visitação, fortalecendo assim o turismo do Ceará", diz.

Outros dois projetos, da Prefeitura e do Governo, devem qualificar o entorno. (SS)


Fonte: Diario on line

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001