18 de junho de 2009 às 13h17m
Ritmo de desmatamento nas reservas de MT cai 88% em 2008

Apesar disso, 119 km² de florestas foram destruídos. Dados são do Sistema de Proteção da Amazônia.

Mato Grosso está conseguindo frear a destruição de suas reservas, apontam os últimos dados divulgados pelo Sipam (Sistema de Proteção da Amazônia). Com base em imagens de satélite, o órgão concluiu que em 2008 os parques, reservas e terras indígenas perderam 119 km² de florestas, uma redução de 88,5% em relação ao ano anterior, quando 1.032 km² de matas foram derrubados dentro de áreas protegidas.

 

Entenda o que está em jogo nas reservas de Mato Grosso
Áreas o equivalente a...
O estado tem 170 mil km² dentro de parques ou reservas. Quatro vezes o estado do Rio de Janeiro.
Em 2008, 119 km² de florestas foram derrubadas dentro dessas áreas. Seis vezes a Ilha de Fernando de Noronha
Em 2007, contuto, foram 1.032 km² desmatados nesses locais. Dois terços do município de São Paulo.

A redução é ainda maior quando os números são comparados com 2006. Nesse ano, foram perdidos 2002 km² de florestas em locais que supostamente estavam salvaguardados da devastação.

O estado possui hoje 170 mil km² dentro de parques ou reservas. São 69 terras indígenas, 41 unidades de conservação estaduais, oito federais e duas reseravs particulares. No totalcobrem 18% de Mato Grosso – o equivalente a quatro vezes o estado do Rio de Janeiro.
Fonte: globoamazonia

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001