11 de junho de 2009 às 05h03m
Projeto social beneficia crianças que moram às margens da ferrovia

Aulas gratuitas de jiu-jitsu, balé clássico e moderno, filosofia e futebol society beneficiam cerca de 160 jovens de 7 a 14 anos que moram às margens da ferrovia.

O trabalho social é desenvolvido pelo Metrofor desde 2007 e tem como objetivo contribuir para a qualidade de vida dessa população. As aulas fazem parte do projeto social Lutando pela Vida e são realizadas duas vezes por semana na sede do Metrofor.

A coordenadora do projeto, Francisca Maria Maia, explica que nas aulas as crianças são estimuladas a cuidar do corpo, da relação familiar e da relação com a comunidade. Ela acrescenta que muitos alunos de jiu-jitsu já participaram de competições desportivas e pensam em exercer o esporte como profissão. O grupo de bailarinas formado pelo projeto também foi convidado para apresentações fora do Metrofor.

Dentro do projeto, as mães também participam de palestras na sede do Metrofor sobre educação, convívio familiar e em comunidade. Ao atender a comunidade do seu entorno, a preocupação do Metrofor também é fazer com que essas famílias aprendam a importância do transporte ferroviário para suas vidas e a cidade. A iniciativa já repercutiu na redução dos casos de apedrejamentos e de depredação de trens.

 

Mais informações

Responsável pelo projeto

Francisca Maria Maia

3101.7223 ou 8737.4179

 

Assessoria de imprensa do Metrofor

Viviane Lima

(85) 3101.7183 ou 8868.1817



Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001