15 de março de 2009 às 11h30m
Planejar a semana aumenta chances na busca do emprego, dizem especialistas

Maior parte das vagas surge quinta e sexta, quando concorrência é menor. Na segunda-feira, a procura é maior e nem sempre os currículos são lidos.

A prática de investir todas as fichas na procura por emprego na segunda-feira pode não trazer os resultados esperados pelo candidato. Segundo consultores, muitos currículos enviados neste dia deixam de ser lidos devido à imensa procura. Em compensação, segundo os especialistas, quem manda currículos ou procura centros de recrutamento na quinta e na sexta-feira encontra mais vagas e enfrenta menos concorrência.

“As caixas de e-mail dos recrutadores ficam lotadas às segundas-feiras de tantos currículos que chegam, e muitos acabam nem sendo lidos”, diz Vanessa Novais, gerente de planejamento de carreira da Ricardo Xavier Recursos Humanos. Segundo ela, ao contrário do que muitos pensam, a maior parte das oportunidades surge às quintas e sextas-feiras.

Por isso, as empresas preferem receber os currículos na quinta-feira para chamar os candidatos na semana seguinte. “Os números comprovam isso. Quem manda currículos quinta e sexta-feira tem mais chances de ser chamado para a entrevista”, ressalta a especialista. 

De acordo com Vanessa, além de serem os dias em que mais surgem as vagas, na quinta e na sexta-feira os candidatos que enviam os currículos saem na frente porque a concorrência costuma ser menor. 

Domingo

A consultora aconselha os candidatos a responder as vagas publicadas nos jornais de domingo na terça-feira e quarta-feira, buscar vagas nas agências de emprego e nos sites de carreira na quinta e na sexta-feira. Entretanto, os currículos devem ser sempre enviados no período da manhã. O candidato deve sempre levar em conta o prazo estipulado pelas empresas para envio de currículos ou comparecimento a agências de emprego.

“Existe a cobrança da família para que comecemos a procurar emprego na segunda-feira, que significa começar a semana tomando uma providência. E muitos passam o domingo assinalando anúncios nos jornais para correr atrás na segunda. Mas o ideal é tirar o domingo para curtir, assinalar os classificados na segunda e correr atrás das vagas na terça”, aconselha. 

Vagas chegam no meio da semana

Sidnéia Palhares, gerente da divisão de efetivos da agência de recrutamento Gelre, destaca que "todo dia é dia de procurar emprego". Ela diz, porém, que quem for a agências na quinta ou na sexta-feira tem mais chance do que quem for às segundas.

"Segunda tem maior movimento porque as vagas chegam nas agências no meio da semana e são publicadas nos jornais no domingo. O resultado é que na segunda tem acúmulo de pessoas nas agências de emprego. Quem manda o currículo na quinta ou na sexta tem chance à frente das outras pessoas."

Movimento cai na sexta-feira

Daniela Sampaio da Silva Xavier, supervisora da área de avaliação e monitoramento dos Centros de Apoio ao Trabalho (CAT), da Secretaria Municipal de São Paulo, que fazem intermediação de mão-de-obra, diz que 50% do total de candidatos que passam pelas unidades durante a semana buscam emprego na segunda e na terça-feira, entre 7h e 9h. O restante vai nos demais dias. A sexta-feira é o dia de menor movimento.

“As vagas surgem todos os dias. Muitos empregadores disponibilizam vagas no meio da semana, e em alguns setores há mais vagas na quinta e na sexta-feira. E justamente nesses dias o movimento cai bastante nos centros”, diz. Ela indica que os candidatos optem por ir às unidades do CAT no período da tarde, quando o movimento é menor.

A supervisora aconselha ainda os candidatos a planejar a busca de trabalho para a semana toda, dividindo os dias entre elaborar e atualizar o currículo e depois distribuí-los, seja pessoalmente nas empresas e agências de recrutamento ou cadastrando em sites.

“Não se deve mandar todos os currículos na segunda-feira, mesmo porque muitas empresas costumam tirar esse dia para fazer suas reuniões internas”, explica Daniela.



Fonte: g1.com

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001