23 de setembro de 2008
Projetos de lei podem criar novas universidades e 964 vagas

    Iniciativas inéditas na Educação brasileira tramitam atualmente na Câmara dos Deputados. Projetos de lei versam sobre a criação de duas universidades federais de caráter internacional: a Unila – Universidade Federal da Integração Latino-Americana, com sede no Paraná, e a Unilab – Universidade Federal da Integração Luso-Afro-Brasileira, com sede no Ceará. Caso sejam aprovados, os projetos poderão gerar quase mil vagas.
 
    Do ponto de visa educacional, o objetivo é atingir o número de 5 mil estudantes na Unilab e 10 mil na Unila – tanto em cursos de graduação como mestrado e doutorado.
 
    Do total das 964 vagas, 260 serão comissionadas e as restantes serão ocupadas através de concurso público. São centenas de oportunidades para cargos técnico-administrativos e na área de educação.
 
    No caso da Unilab, que terá sede no Ceará, haverá seleção para 150 Professores e 208 vagas em funções técnico-administrativas, conforme segue:
 
- Nível médio – Assistente em Administração (100), Técnico em Contabilidade (4), Técnico de Laboratório (30), Técnico de Tecnologia da Informação (2), Técnico em Segurança do Trabalho (1) e Tradutor e Intérprete em Linguagens de Sinais (2);
 
- Nível superior – Administrador (9), Analista de Tecnologia da Informação (4), Arquiteto e Urbanista (2), Arquivista (3), Assistente Social (1), Auditor (1), Bibliotecário (4), Biólogo (2), Biomédico (2), Contador (4), Economista (2), Engenheiro (4), Engenheiro de Segurança do Trabalho (1), Jornalista (4), Médico (2), Nutricionista (2), Pedagogo (2), Psicólogo (2), Relações Públicas (3), Secretário Executivo (9), Técnico em Assuntos Educacionais (2) e Tradutor e Intérprete (4).
 
    O projeto referente à criação da Unilab será analisado, em caráter conclusivo, pelas Comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Educação e Cultura; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.
 
 
 

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001