29 de setembro de 2008
Câmara dos EUA rejeita pacote

    A Câmara dos EUA rejeitou nesta segunda-feira (29) o pacote de socorro ao sistema financeiro. Foram 205 votos a favor e 228 contra. A apuração preliminar tinha apontado 226 votos contrários à proposta e 207 favoráveis. Depois disso, os líderes partidários tiveram tempo para convencer outros congressistas a mudar de opinião. Apenas dois mudaram, e passaram do voto favorável para o contrário.
 
Reflexos no Brasil
 
    A Bolsa de Valores de São Paulo (BM&F-Bovespa) sofreu forte queda na tarde desta segunda-feira (29) e, às 14h49, registrou queda de 10,16%. O resultado fez com que o pregão fosse suspenso por 30 minutos, mecanismo denominado circuit breaker, que serve para suavizar movimentações bruscas nas negociações de compra e venda Quando ocorreu a paralisação, a bolsa operava a 45.622 pontos.
As ações que mais caiam às 14h49 eram Rossi Residencial (-23,48%) BMF Bovespa (-19,67%) e Siderurgia Nacional (-17,04%). Às 15h05 o dólar estava em alta de 4,5% a R$ 1,94.
 
Antes da votação
 
    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reuniu nesta segunda (29) com integrantes da equipe econômica para avaliar as conseqüências da possível aprovação do pacote norte-americano.
A reunião durou cerca de uma hora e participaram os ministros da Fazenda, Guido Mantega, da Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, e o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, além de técnicos da área econômica.
 
    De acordo com fontes do governo, as discussões giraram em torno de dois pontos: crédito e comércio exterior.

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001