14 de novembro de 2008
São Caetano, ainda sonhando com G-4, recebe o América-RN

Um pênalti marcado nos acréscimos do jogo contra o Fortaleza na última terça-feira pôs fim às chances do São Caetano de subir à Série A. Ou quase isso. O técnico Vadão segue acreditando no acesso e esta sexta-feira contra o América-RN, em casa, e pretende usar este argumento como motivação para o grupo.

"Enquanto a matemática nos der chances, vamos lutar. Mas também somos realistas sobre as dificuldades que a tabela nos coloca para conquistar este acesso", explicou o treinador, após o treino. A três rodadas para o fim do campeonato, o Azulão tem 50 pontos ganhos, sete a menos que a última equipe do G-4, o Grêmio Barueri.

Situação completamente diferente vive o América-RN, 16º colocado na tabela, no limite de entrar na zona do rebaixamento para a Série C. O time potiguar precisa ganhar o jogo, mas amarga um retrospecto sem qualquer vitória fora de casa na competição. O técnico Ruy Scarpino tem três novidades para o jogo, Daniel, no lugar de Maizena, na lateral-direita, Aloísio no lugar de Souza, contundido, e o retorno de Luis Maranhão que substitui Júlio Terceiro.

O América-RN tem 40 pontos conquistados, apenas um a mais que o Fortaleza, que está na zona do descenso para a Série B. Voltar para casa com três pontos seria, portanto, um passo gigantesco para se afastar do risco do rebaixamento.

Pelo lado do São Caetano a principal novidade está no banco de reservas. O atacante Vandinho, que passou por uma artroscopia há dois meses, é opção do técnico Vadão. "Foi um trabalho forte, com o departamento médico e a preparação física. Estou pronto para voltar e não vejo a hora de tocar na bola", revelou o jogador.
Por: UOL Esporte
Em São Paulo

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001