21 de agosto de 2008
Jogos Paraolímpicos do Ceará seguem até sábado na Unifor

    Segue até sábado (23), na Universidade de Fortaleza (Unifor), a quinta edição dos Jogos Paraolímpicos do Ceará. Ao todo, 540 paratletas de 37 instituições de 13 municípios (Fortaleza, Caucaia, Maracanaú,
Maranguape, Pacajus, Bela Cruz, Itapajé, Quixeramobim, Sobral, Iguatu, Canindé, Beberibe e Juazeiro do Norte) dão aulas de superação na conquista por vitórias durante quatro dias de provas. “Quando
começamos a pensar em uma competição como esta, a emoção toma conta de nós. Estas pessoas dão demonstração de amor à vida”, cita o secretário do Esporte do Estado, Ferruccio Feitosa.

    Este ano, o V Jogos Paraolímpicos do Ceará recebe paratletas de deficiências física, mental, visual, auditiva, múltiplas, orgânica, síndromes e condutas típicas em sete modalidades: natação, basquete,
tênis de mesa, atletismo, futsal, xadrez e taekwondo.
    O futsal com 19 times (auditiva, intelectual e visual) masculino e feminino é a única modalidade com disputas nos quatro dias. Além dele, o basquete em cadeira de rodas será disputado de quarta às finais na
sexta (22). "As equipes estão niveladas. Cada ano está ficando mais complicado", revela Franklin Cunha, que acumula 16 medalhas no atletismo e no basquete em quatro edições dos Jogos Paraolímpicos.
    Este ano, Franklin Cunha, que é bolsista de Alto Rendimento da Sesporte, briga pelo pentacampeonato no basquete. Na quinta (21), o complexo de natação da Unifor receberá competidores das 8h às 17h em 24 provas. Além da natação, ainda na quinta, serão conhecidos os campeões no xadrez. Na sexta-feira (22), novas rodadas do futsal e do basquete. No último dia (23), as finais do atletismo (adulto) e de tênis de mesa, com destaque para o mesatenista medalhista de ouro no Parapan do Rio 2007, Eugênio Sales.

    Pelo Nordeste e em posições elevadas no ranking nacional, o Ceará possui cerca de 20 atletas de destaques no tênis de mesa, atletismo, ciclismo e basquete em cadeiras de rodas. A expectativa é que, ao
término da quinta edição, mais revelações apareçam para representar o Estado. "Este ano, é certo que mais valores irão surgir", disse o coordenador dos jogos Aldir Costa.

    A competição é uma organização da Secretaria do Esporte do Estado (Sesporte) em parceria com a Federação Cearense de Tênis de Mesa Adaptado e apoio da Universidade de Fortaleza (Unifor).

Mais informações:
Ívila Bessa
Assessoria de Comunicação da Secretaria do Esporte: 3101.4415/87321976.
www.esporte.ce.gov.br

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001