15 de outubro de 2008
Exportações cearenses crescem em setembro

    As exportações cearenses no mês de setembro de 2008 alcançaram US$ 131,5 milhões, valor 35,1% superior ao de setembro de 2007 (US$ 97,3 milhões). Pela segunda vez no ano, o estado bateu o recorde do valor exportado em um mês. O último havia sido conquistado em julho, quando o Ceará exportou US$ 119,5 milhões. O dados fazem parte do documento Ceará em Comex, elaborado pelo Centro Internacional de Negócios (CIN) da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC).
    
    Segundo a pesquisa, o expressivo aumento em setembro é devido ao crescimento das exportações de três produtos, oriundos de três diferentes setores. São eles: melões frescos (fruticultura), sandálias de plástico (calçadista) e pele bovina (coureiro). O aumento, para cada produto, foi de aproximadamente US$ 10 milhões a mais que no mês de setembro do ano passado.
    
    De janeiro a setembro deste ano, o Ceará exportou 15,6% a mais do que no mesmo período de 2007, percentual,  no entanto, inferior ao crescimento nordestino (24,5%) e ao nacional (29,4%). A participação cearense nas exportações brasileiras, neste mês de setembro, subiu para 0,7% do total exportado pelo país, após três meses na marca de 0,6%. Com isso, o estado continua na 14ª posição entre os estados exportadores
    
    A diversificação da pauta de produtos exportados pelo Ceará teve um aumento de 2%, de janeiro a setembro de 2008, em relação ao mesmo período de 2007, totalizando 727 produtos. Entre os 15 principais setores, destacam-se couro e fruticultura (54,8% e 88,2%, respectivamente). Com relação aos tradicionais setores, observou-se que calçados teve crescimento de 15%; castanha de caju, decréscimo de 12,9%; Têxteis, decréscimo de 14,7%, e ceras vegetais, crescimento de 26,1%.
    
    Em relação aos países-destino, o documento revelou que houve uma diminuição, passando de 151 para 135; decréscimo de 10,6% se comparado a 2007. Os países de destaque foram Reino Unido e Holanda, com aumentos de 69,6% e 41,8%, respectivamente.
 
Importações
    
    As importações cearenses, em setembro de 2008, chegaram a US$ 122,4 milhões, valor 27,7% inferior ao registrado no mesmo mês de 2007 (US$ 169,4 milhões). Analisando-se o período janeiro a setembro deste ano, entretanto, vê-se que as importações tiveram um aumento de 22,4% em relação ao mesmo período do ano passado. Contudo, o saldo da balança comercial cearense continua negativo, da ordem de US$ 198 milhões.
    
    Em relação ao Brasil, as importações cearenses representam 0,9% do total, com destaque para o crescimento da compra de aeronaves (7.594,6%) oriundas dos Estados Unidos. Outros produtos que merecem destaque nas importações cerenses são: conversores rotativos elétricos de energia eólica, máquinas para elevação de cargas e óleo de dendê.
    
Outras informações podem ser obtidas pelos telefones (85) 3466.5418 e 3466.5422.

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001