11 de setembro de 2008
PIB do Ceará cresce mais que o do Brasil no 2º trimestre

    O Produto Interno Bruto (PIB) a preços básicos do Estado do Ceará, cresceu 0,7 ponto percentual mais que o PIB do Brasil no segundo trimestre deste ano. A riqueza gerada no Estado, sem a adição de impostos, foi, inclusive, 0,3 ponto percentual maior que a riqueza gerada pelo país a preço de mercado (com adição de impostos).
 
    O desempenho da economia do Estado foi divulgada pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) no final do mês de agosto e o do Brasil, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
 
    O PIB a preços básicos do Ceará no segundo trimestre deste ano fechou em 6,4%, enquanto o brasileiro fechou a 5,7%. Apesar do Ipece não calcular o PIB a preços de mercado (com a adição de impostos), a riqueza do Ceará foi superior à brasileira, que fechou em 6,1% (com impostos). Na comparação com o mesmo período do ano passado, o PIB cearense passou de 3,9% em 2007 para 6,4% neste ano.
 
    A criação de empregos no primeiro semestre deste ano Estado também foi maior que no ano passado. No primeiro semestre de 2007, foram 4.400 vagas. Este ano, de janeiro a junho, esse número chega a 10.900.
Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001