15 de junho de 2022 às 07h02m
Com tensão na base, PDT-CE recebe visita de Carlos Lupi

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, se reuniu nesta terça-feira (14) com vereadores pedetistas de Fortaleza, na Câmara Municipal.

O encontro e a visita de Lupi ocorrem em meio a tensão entre os partidos da base sobre a definição do candidato a governador para a eleição deste ano – particularmente entre PDT e PT, cuja relação no Ceará se encontra em estado frágil.

Durante sua passagem, Carlos Lupi chegou a comentar que considera que o PT “vai ter juízo de entender que essa obra tem que continuar”, em referência ao projeto de governo tocado pelos dois partidos (e o restante da base governista) ao longo dos últimos mandatos. Isso porque uma parcela do PT cearense, que vem ganhando força nas últimas semanas, defende que o partido rompa a aliança atualmente encampada com o PDT para lançar candidato próprio ao Governo do Estado – essa tese tende a se fortalecer se for batido o martelo sobre lançar o ex-prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio, amplamente rejeitado no PT, que defende a candidatura da governadora Izolda Cela.
Nesta terça-feira, ele considerou que os conflitos internos têm ocorrido de modo saudável: “As disputas ocorrem de forma salutar dentro da ética, respeito e sempre visando a unidade partidária. PDT no Ceará já tem um projeto aliado que está há 16 anos no poder e temos a pretensão de continuar avançando e colocando o Ceará como pioneiro”, declarou.

Lupi, em seus pronunciamentos na capital cearense, também voltou a disparar elogios a Roberto Cláudio, como já havia feito há cerca de um mês, ao tratar do assunto, quando afirmou que RC é o nome mais forte para disputar o Governo do Estado. “A minha amiga Izolda é preparada, mas não é muito conhecida. Em três meses vai se tornar favorita? Acho pouco provável”, declarou ele, à época.

A disputa pública de apoios dentro da base aliada tem engajado também autoridades de outros partidos: recentemente, os dirigentes do PV e do PCdoB no estado – partidos que hoje estão federados com o PT a nível nacional – afirmaram defender a reeleição de Izolda, o que também já foi externado pelo deputado estadual e ex-secretário de Cidades Zezinho Albuquerque (PP).

Além disso, vêm se agravando as tensões entre nomes do PT e do PDT em torno da indicação, de modo que tem ganho força, internamente, a ideia de definir um nome o quanto antes, para impedir o avanço do fogo amigo na disputa eleitoral – diferente da estratégia que costuma ser adotada no grupo governista, de anunciar publicamente o nome escolhido às vésperas da convenção partidária. A visita de Lupi, inclusive, funciona também para aumentar essa expectativa sobre as definições.

Visita
Ao se reunir com os vereadores, Carlos Lupi foi recebido no Parlamento municipal pelo presidente da casa, vereador Antônio Henrique, ele próprio também pedetista. “Quero agradecer a visita do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi. Cidadão honorário de Fortaleza veio aqui para conhecer um pouco mais do nosso trabalho, o dia a dia na Casa Legislativa. Amanhã haverá um encontro e nós estamos convidados para o evento. Fico feliz em receber o nosso presidente e quero desejá-lo boas vindas. Estaremos sempre de portas abertas e receber o presidente do nosso partido é uma honra”, destacou ele.

“Adorei essa visita na Câmara Municipal de Fortaleza e isso mostra como o partido está bem representado. Esses nossos 10 vereadores e o presidente da Casa fazem um trabalho com muita sensibilidade e com compromisso popular. Vi uma Câmara muito bem organizada como poucas que vi no Brasil. Estou muito feliz por termos uma bancada muito coesa, unida e trabalhadora”, destacou, por sua vez, o presidente nacional da legenda.


Fonte: O Estado

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001