25 de maio de 2022 às 07h20m
Cresce 151% a circulação de passageiros nos aeroportos

De janeiro a abril deste ano, um total de 118.039 passageiros circularam pelos terminais regionais do Ceará.

Entre embarques e desembarques, a quantidade de passageiros aumentou 151,5% com relação à movimentação de 2021, quando foram registrados 46.928 passageiros para o mesmo período. Os dados são do Governo do Ceará, por meio da Superintendência de Obras Públicas (SOP).

O maior movimento foi registrado no aeroporto de Jericoacoara, com 113.625 passageiros no quadrimestre; seguido do aeroporto de Canoa Quebrada, em Aracati, com 1.117 passageiros. Essas unidades apresentam maior fluxo de passageiros porque, diferente dos demais aeroportos regionais, contam com voos comerciais para atender à grande demanda turística do litoral do Ceará, englobando frequências ligadas a Fortaleza, Guarulhos/SP, Confins/MG, Brasília/DF e Recife (esta só Aracati).

Somados, os demais oito aeroportos regionais somaram movimentação de 3.297 passageiros entre janeiro e abril deste ano: Sobral lidera (1.152 passageiros), Iguatu (785), São Benedito (446 passageiros), Tauá (407), Crateús (144 passageiros), Quixadá (138 passageiros), Camocim (132 passageiros) e Campos Sales (93 passageiros).
Para o gerente de Programa e Operações Aeroportuárias da SOP, Marcus Pacobahyba, três fatores principais levam a esse crescimento no fluxo de passageiros nos aeroportos regionais: “A população está viajando mais agora que a pandemia está em queda. Também vale dizer que estamos em ano de campanha eleitoral, o que aumenta a demanda de serviços aéreos para transportar grupos empresariais e políticos; fora que as melhorias operacionais e estruturais tornam os terminais habilitados a receber uma maior quantidade de voos”.

Novos investimentos


Novos investimentos estão sendo feitos pelo Estado visando maior conforto e segurança aos profissionais e usuários dos aeroportos geridos pela SOP, para manter os equipamentos funcionais e em conformidade com a legislação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Entre as melhorias estão no foco investimentos na área administrativa e de operação, para manutenção e conservação das instalações aeroportuárias.

Em 2021, por exemplo, o aeroporto de Jericoacoara recebeu aporte de R$ 4,46 milhões para otimizar sua infraestrutura. Já em Iguatu e Crateús, as pistas de pouso e manobra de ambos os terminais foram recuperadas a um valor somado de R$ 2,08 milhões. Outros investimentos devem ser direcionados à unidade de Iguatu, que ainda este ano deve receber R$ 1,26 milhão, ao passo que para a unidade de São Benedito está previsto R$ 1,09 milhão.

O último aeroporto regional inaugurado foi o Aeroporto Regional de Sobral Luciano de Arruda Coelho. O equipamento, que custou aos cofres do Estado cerca de R$ 70 milhões, fica localizado a 10 km da Av. Perimetral de Sobral, na altura da entrada do distrito de Patriarca, e vai beneficiar mais de 1,8 milhão de habitantes da Região Norte. A estrutura foi executada pela Secretaria da Infraestrutura e terá capacidade para receber aeronaves de porte médio, com mais de 200 passageiros. A pista possui um total de 1,8 km.


Fonte: O Estado

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001