13 de maio de 2022 às 10h53m
Entrega de 84 motos fortalece a política de interiorização do CPRaio e leva mais segurança para os cearenses

Com a quarta fase de expansão, o CPRaio vai chegar a 84 cidades cearenses. Atualmente, são 63 bases espalhadas por todo o estado.

Considerado o maior batalhão de motopatrulhamento do País, o Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio), da Polícia Militar do Ceará (PMCE), ganhou reforço para garantir ainda mais segurança para os cearenses. O motivo é que o Governo do Ceará entregou, na manhã desta quinta-feira, mais 84 motocicletas para o CPRaio fortalecer sua política de interiorização iniciada em 2015.

“Entregamos 84 motos de alta performance para dar aos profissionais uma melhor condição de trabalho, o que reflete numa melhoria de equipamentos, prédios e estruturas e seguimos investindo. Recentemente entregamos dois batalhões em Fortaleza, no Jardim Iracema e no Grande Bom Jardim, e isso reflete no nosso objetivo, de melhorar o serviço para a população. Nossos números na segurança pública tem melhorado, mas seguimos prudentes e atentos”, ressaltou Izolda Cela.

O investimento total na entrega das motos foi de R$ 7,7 milhões, sendo que o valor de cada veículo de pouco mais de R$ 90 mil. Somente em 2022, o Governo do Ceará entregou 220 veículos (viaturas e motos) para a Polícia Militar.

Para o o comandante geral da PMCE, coronel Márcio Oliveira, os resultados da atuação do CPRaio justificam os investimentos do Governo do Ceará. “Hoje estamos fortalecendo o Raio com a chegada dessas motos, investindo no policiamento ostensivo da Polícia Militar, haja vista a credibilidade que tem perante a população cearense. Com essas motos, a destacada unidade da PM que tem como as características mobilidade e flexibilidade, dará mais efetividade ao seu trabalho, de trazer mais resultado, de facilitar as abordagens e o acesso desse processo de policiamento a áreas onde a viatura convencional ela tem esse acesso”, explicou. No primeiro quadrimestre de 2022, foram 2.312 armas de fogo retiradas de circulação em todo o Estado, grande parte delas graças ao trabalho ostensivo e permanente dos raianos.

Os novos veículos serão utilizados para intensificar a política de interiorização do Raio. Até o momento, são 63 bases do Comando espalhadas por todas as regiões do Ceará. Além da Capital, são 14 bases do Raio na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e 49 no Interior. Atualmente, o comando possui 2.803 policiais militares atuando em 63 municípios do Interior, RMF e na Capital, com auxílio de 1.757 motocicletas e 126 viaturas.

Presentes ao evento

Na solenidade estiveram presentes o secretário chefe da Casa Civil, Chagas Vieira, o secretário executivo da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS), Samuel Elânio, o comandante geral do CPRaio, coronel Kilderlan, o comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Ronaldo Roque, o titular da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp), Helano Matos, e o secretário municipal de segurança cidadã, coronel Eduardo Holanda, representando o prefeito de Fortaleza, José Sarto.

Em 2004, quando foi criado, o grupamento motorizado iniciou suas ações com foco no policiamento de duas rodas para um combate aos crimes mais rápido e preciso. A unidade inicialmente contava apenas com 16 policiais militares e oito motocicletas.

A formação inclui aulas práticas de pilotagem de motocicleta, tiro policial, defesa pessoal e técnicas policiais especiais. Os raianos são preparados para agir nos mais diversos cenários apresentados, principalmente, pelo fato de poderem acessar, com mais facilidade, ruas estreitas e locais longínquos, mantendo alto grau de destreza e segurança durante as ações e operações de patrulhamento tático.

O processo de interiorização do Raio iniciou em 2015, com a instalação de batalhões responsáveis por centralizar as ações em nove grandes regiões do Estado. Neste sentido, receberam unidades as cidades de Juazeiro do Norte (Cariri), Sobral (Região Norte), Itapipoca (Litoral Oeste), Iguatu (Centro Sul), Crateús (Sertão dos Crateús), Tauá (Sertão dos Inhamuns), Quixadá (Sertão Central), Russas (Vale do Jaguaribe) e Canindé (Sertão de Canindé).

Na segunda etapa de interiorização, as bases foram implantadas nas cidades com mais de 50 mil habitantes. Na terceira etapa, as bases foram implantadas nas cidades com mais de 30 mil habitantes. No último dia 23 de março, o Governo do Ceará lançou a quarta etapa da expansão do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio). Desta vez, serão contempladas cidades com mais de 25 mil habitantes: Redenção, Novo Oriente, Campos Sales, Milagres, Marco, Jardim, Caririaçu, Aracoiaba, Guaiúba, Tamboril, Independência, Ocara, Cedro, Senador Pompeu, Ibiapina e Cruz.


Fonte: Governo do Ceará

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001