06 de março de 2022 às 11h17m
Governo do Ceará lança Programa de Oportunidades e Cidadania e Projeto Cesta de 4 Pontos

“O sentimento é de emoção e de alegria ao ver um sonho que está se realizando: a ideia de fazer e construir um programa dessa natureza, que vai impactar na vida de jovens em cumprimento de medidas socioeducativas”.

O destaque é da vice-governadora Izolda Cela durante o lançamento do Programa de Oportunidades e Cidadania (POC) e do Projeto Cesta de 4 Pontos, por meio da Superintendência do Sistema Estadual de Atendimento Socioeducativo (Seas), na manhã desta sexta-feira (4), no auditório da Vice-Governadoria.

O Programa de Oportunidades e Cidadania propõe estratégias para atendimento, acompanhamento e encaminhamento de adolescentes e jovens em pós-cumprimento de medidas socioeducativas de meio fechado e de adolescentes e jovens em cumprimento de medida. Por meio do Edital n° 09/2021, foram selecionadas Organizações da Sociedade Civil para execução de ações finalísticas dos projetos que formam o POC: Novas Trilhas, Embaixadores da Paz e Trilharte. O POC conta com um investimento de R$ 2,9 milhões, provenientes do Tesouro Estadual.

Izolda destacou o bom trabalhdo realizado pela Seas. “Os problemas foram transformados em soluções ao longo desses anos. Hoje, com o trabalho realizado pela equipe, o socioeducativo deu um grande salto. Agradeço a tudo o que vocês têm feito. Temos que avançar e buscar os resultados que perseguimos”. A vice-governadora reforçou a conjugação de esforços entre as diversas secretarias estaduais, referindo-se às pastas da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), Secretaria da Educação (Seduc), Secretaria do Esporte e Juventude (Sejuv) e Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). “Todas essas secretarias são importantes nesse processo da socioeducação. São comprometidas com as políticas públicas”, enfatizou. E completou: “Hoje é um dia muito feliz para todos”.

O superintendente da Seas, Roberto Bassan, apresentou o Programa de Oportunidades e Cidadania (POC) e o Projeto Cesta de 4 Pontos. Bassan citou todos os atores envolvidos na criação do POC, bem como entidades que estão dando vida ao socioeducativo do Ceará, além de agradecer ao Governo do Ceará por acreditar nesse e em outros projetos benéficos aos socioeducandos dos 18 centros socioeducativos do Ceará.

Para o superintendente, os profissionais da Seas estão preparados para executar o programa juntamente com as organizações da sociedade civil nos projetos Trilharte, Novas Trilhas e Embaixadores da Paz. “Eu tenho certeza que a gente vai comemorar no início do próximo ano, com dados objetivos, com métricas e indicadores, um impacto na vida desses jovens. Vai ter uma diferença na vida dos jovens que passam pelo programa e com os que não vão aderir ao programa, porque é uma adesão voluntária”, comemorou Roberto Bassan.

Uma luz no sistema

A secretária da SPS, Socorro França, externou a satisfação de estar presente em um dia importante e que vai definir a vida de milhares de jovens do sistema. “A gente vê uma luz, a esperança, a garra de uma vice-governadora, professora Izolda, que sempre centralizou o trabalho dela com um objetivo, com respeito e dignidade às pessoas”, pontuou. Socorro França elogiou o empenho de todos os profissionais que se dispuseram a criar o POC e o envolvimento de vários setores do esporte e da educação. Ao final, citou o superintendente Roberto Bassan na criação do Programa de Oportunidades e Cidadania: “Ao criar com sua equipe, ele o fez em cima de evidências, naquilo que poderia realmente agregar valores para dar esperança e oportunidades àqueles que deixaram de sonhar”, concluiu.

Cesta de 4 Pontos

Além do Programa de Oportunidades e Cidadania (POC), foi lançado na manhã desta sexta-feira (4) o Projeto Cesta de 4 Pontos, uma contrapartida da Secretaria do Esporte e Juventude, em parceria com a Seas. Estiveram presentes o presidente da Associação Basquete Cearense, Thales Braga, e o técnico do Fortaleza Basquete Cearense, Alberto Bial: “Estou muito entusiasmado com tudo o que estou vendo, isso é lindo. Vamos trabalhar muito e muito com essa juventude”, destacou Bial. O objetivo do programa é ampliar capacidades e habilidades dos adolescentes e jovens dos Centros Socioeducativos de Internação da capital, para que, por meio do basquetebol, sejam criadas oportunidades de desenvolvimento social e humano.

O projeto está estruturado em quatro eixos. O Primeiro eixo é formado por escolinhas sócio-culturais esportivas de basquete, enquanto e segundo trata de capacitação técnica para mercado de trabalho em gestão esportiva (instrutor, árbitro, mesário, escritório”, com oficinas a serem realizadas pela própria Associação de Basquete Cearense).

O terceiro eixo trabalhará educação a distância, ensino superior e curso de extensão, em parceria com uma instituição de ensino de Maringá. A meta é propiciar 20 bolsas, entre adolescentes e profissionais. O último eixo é focado em empregos e renda, com ocupação de postos de trabalho durante os jogos de basquete. O objetivo é dar oportunidade de trabalho entre 10 e 15 adolescentes por jogo do ABC em serviços remunerados.

O evento contou com uma participação especial e que mereceu aplausos dos presentes. Dois adolescentes em privação de liberdade, acompanhados pelo professor Eduardo Africano, fizeram uma apresentação emocionante. Um deles, declamou uma poesia sobre o Programa que estava sendo lançado:

Em algumas palavras, ele disse: “O que o governo faz pra gente/temos que agradecer/cresço como adolescente e o Ceará só faz crescer” e concluiu ao homenagear o projeto do basquete: “A cesta de quatro pontos/ é um projeto especial/para o esporte me deixa pronto/garças ao professor Bial/e a Sejuv sempre presente/dando seu apoio moral”.


Fonte: Governo do Ceará

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001