14 de outubro de 2021 às 11h38m
Após bate-boca entre Ciro e Dilma, Luizianne defende candidatura própria do PT ao governo do Ceará

Deputada chamou Ciro de "eterno candidato à Presidência" e disse que o PT não pode ser coadjuvante de um projeto quando tem nomes importantes

A deputada federal Luizianne Lins (PT) emitiu nota na última quarta-feira, 13, comentando o episódio em que o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) e a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) discutiram em postagens no Twitter. A parlamentar cearense, parte de uma ala petista que prega distanciamento dos Ferreira Gomes no Estado, criticou Ciro e reforçou a defesa da candidatura própria do PT ao governo estadual em 2022.

Não podemos aceitar que o eterno candidato à Presidência Ciro Gomes atente contra a verdade, distorça fatos e divulgue fake news sobre a atuação de Lula, Dilma e do PT no impeachment injusto contra a ex-presidenta. Por isso, defendemos a candidatura própria do partido no nosso estado e a consolidação de um palanque forte e leal que garanta a eleição de Lula. O PT não pode ser coadjuvante de um projeto quando tem nomes importantes”, escreveu.

Luizianne disse ainda que parlamentares e militantes do PT sempre defenderam a honestidade e a competência da ex-presidente Dilma. “Vítima de uma das manobras políticas mais infames da história do país. A violência política de gênero, a misoginia e o machismo imperaram num processo de impeachment liderado por forças políticas da direita e da grande mídia”, concluiu.

As críticas de Lins se referiam à entrevista concedida por Ciro ao Estadão, em que o pedetista afirmou que Lula “conspirou” pelo impeachment de Dilma, em 2016. Como base para a afirmação, ele citou a recente reaproximação do petista com líderes do MDB, um dos partidos mais beneficiados com a saída de Dilma. Ciro afirmou ainda que não se relaciona mais com o que chamou de “lulopetismo neoliberal tosco”.

Em resposta às acusações, Dilma atribuiu as declarações ao baixo desempenho de Ciro nas pesquisas. “Ciro Gomes está tentando de todas as formas reagir à sua baixa aprovação popular. Mais uma vez mente de maneira descarada, mergulhando no fundo do poço. O problema, para ele, é que usa este método há muito tempo e continua há quase uma década com apenas 1 dígito nas pesquisas”.

Ala do PT Ceará que conta com os deputados federais José Airton Cirilo e Luizianne Lins critica a postura do ex-ministro e presidenciável Ciro Gomes em relação a Lula e ao partido há muito tempo, ao passo em que defende o distanciamento do grupo e uma candidatura própria do PT ao governo local.


Fonte: O Povo

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001