07 de outubro de 2021 às 13h23m
Camilo anuncia criação do Centro de Formação e Liderança do Ceará

A Secretaria da Educação (Seduc), neste início de semana, fez reunião do Comitê Executivo – Encontro de Líderes, com a equipe da pasta, como direção, assessoria e coordenação.

Também fez parte as Coordenadorias Regionais de Desenvolvimento da Educação (Credes), e as Superintendências das Escolas Estaduais de Fortaleza (Sefor). O governador Camilo Santana (PT), juntamente à vice-governadora Izolda Cela, anunciaram nesta terça-feira (5), a criação do Centro de Formação e Liderança do Ceará.

“Tivemos a oportunidade de visitar em Singapura uma Academia de Professores, uma espécie de Centro de Formação e Liderança na Educação, e voltamos com essa ideia de fazer isso aqui no Ceará. Criar um espaço que possa ser de integração, de formação. Para isso estamos adquirindo um espaço que era de uma universidade, um espaço enorme, praticamente um complexo dentro de quarteirão inteiro aqui em Fortaleza, que vamos transformar no nosso Centro de Formação dos professores, incluindo alojamento. Estamos em conversas com o governo de Singapura para trazer essa experiência de formação de lá para cá, e vamos abrir espaços para instituições que possam ser parceiras nesse processo”, diz Camilo sobre o que motivou a ideia.

Durante a reunião, o governador reforçou a importância de a educação ser política de Estado, isto é, devem ter soluções mais complexas e permanentes. “Temos procurado fortalecer e estruturar a educação como política de Estado”, reforça.

“Aqui definimos estratégias e metas, pois a cada dois anos os estados são avaliados no Saeb, e vamos ser avaliados em novembro próximo. Então cada um vai sair daqui e arregaçar as mangas. Todos somos muito gratos aos professores, educadores, colaboradores pelo trabalho que realizam. O Ceará é referência na educação, fruto dessa pactuação e trabalho coletivo. Mas nós queremos mais, e querer mais é dar esperança aos nossos jovens e crianças cearenses”, definiu Camilo Santana.

Além disso, o chefe do executivo estadual fala dos prejuízos que a educação pública sofreu durante a pandemia do novo coronavírus, mesmo com avanços.
Camilo Santana busca diminuir as taxas de abandono escolar, bem como reforça a educação como prioridade.”Nosso objetivo é não perder nenhum aluno. Mesmo durante a pandemia nós tivemos um resultado fantástico de redução de abandono escolar, mas a meta é zero.

Tínhamos um desafio enorme de avançar sem pandemia, e o meu pedido, empolgação, esperança e entusiasmo, é que nós podemos sim alcançar o nosso melhor. O que depender do governo, de apoio e de recurso, para que possamos fortalecer a educação, nós faremos. A educação continuará sendo a prioridade número um do nosso governo, pois somos uma geração que acredita que para construir uma sociedade mais justa, mais humana, mais solidária, é através da educação, não tem outro caminho”, enfatizou o governador.
Existente desde 1990, o Saeb é uma ferramenta do Inep que tem a finalidade de obter dados e medir a qualidade da educação brasileira, especialmente a pública. A avaliação, feita por meio de questionários, é feita a cada dois anos.

 

 

Fonte: O Estado

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001