16 de setembro de 2021 às 12h16m
Vereadores se reúnem com motoristas de aplicativos e discutem regulamentação

A Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor) recebeu, na manhã desta quarta-feira (15), motociclistas do serviço de transporte de passageiros por aplicativo, que reivindicam a regulamentação da atividade no município

A reunião foi presidida pelo vereador Prof. Enilson (Cidadania) e teve a participação do Gardel Rolim (PDT), Léo Couto (PSB), Márcio Martins (Pros), Emanuel Acrízio (PP), PP Cell (PSD), Gabriel Aguiar (Psol), Kátia Rodrigues (Cidadania) e Sargento Reginauro (Pros).

Na ocasião, o vereador Gardel Rolim, líder (PDT) do governo na casa, elogiou a mobilização do setor e mencionou a decisão judicial a favor da categoria, que autoriza o exercício da atividade. “É um fato novo [decisão judicial], vamos levar para o governo, para que possa ser apurado e discutido. Nossa intenção é fazer o melhor para todo mundo. Reafirmo o compromisso de estar presente para continuar discutindo sempre que vocês acharem necessário”, disse. Já o vereador Márcio Martins (Pros), líder do bloco da oposição na casa, informou que já protocolou o pedido para a realização de uma audiência pública na Câmara Municipal de Fortaleza: “Precisamos abrir o canal de diálogo, exigir a presença de secretários, criar novos mecanismos para atender novas realidades”, destacou.

Douglas Silva, representante da categoria, falou sobre a realização do encontro: “Foi muito satisfatório, nós conseguimos vencer mais uma batalha e podemos garantir o nosso sustento. Tivemos uma liminar e agora podemos até esperar eles decidirem sobre as leis e as legislações. O diálogo foi importante, principalmente porque a gente tem muitos vereadores a nosso favor”, concluiu.


Além de motociclistas que atuam como Moto Ubers, participaram da reunião outras categorias de trabalhadores que utilizam a motocicleta como principal instrumento de trabalho, como mototaxistas e motoboys. Eles pedem melhores condições de trabalho, além do fim da apreensão dos veículos e das multas excessivas.


Fonte: O Estado

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001