04 de setembro de 2021 às 17h13m
Parceria entre Governo do Ceará e Assembleia Legislativa distribui 30 mil cestas básicas para municípios cearenses

Famílias de 60 municípios cearenses serão contempladas com a distribuição de 30 mil cestas básicas. O anúncio foi realizado, nesta sexta-feira (3), pela primeira-dama do Ceará, Onélia Santana; e o presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Evandro Leitão, durante transmissão virtual, que contou com a presença da secretária da Proteção Social, Socorro França, e do secrerário-executivo da Proteção Social, Francisco Ibiapina.

Famílias de 60 municípios cearenses serão contempladas com a distribuição de 30 mil cestas básicas. O anúncio foi realizado, nesta sexta-feira (3), pela primeira-dama do Ceará, Onélia Santana; e o presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Evandro Leitão, durante transmissão virtual, que contou com a presença da secretária da Proteção Social, Socorro França, e do secrerário-executivo da Proteção Social, Francisco Ibiapina. Com distribuição do Governo do Ceará, a aquisição dos alimentos foi feita pela Assembleia Legislativa, por meio de um projeto de lei da Mesa Diretora da Casa, aprovado pelos deputados e sancionado pelo governador Camilo Santana.

“Essa é uma parceria importante para garantirmos a segurança alimentar das famílias cearenses. A determinação do governador Camilo Santana é atender a todas as pessoas que estão em situação de extrema vulnerabilidade social. Com a oferta dessas cestas, vamos atender quem mais precisa em nosso Estado”, destaca a primeira-dama do Ceará, Onélia Santana.

A escolha dos municípios foi feita a partir dos critérios estabelecidos pela Assembleia, são eles: famílias que residam em municípios de menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH); sejam assistidas pelo benefício do Cartão Mais Infância Ceará; constem do Cadastro Único; que sejam beneficiadas do Bolsa Família, com renda per capita inferior a R$ 89,34.

“Além do grave problema de ordem sanitária, a pandemia nos trouve um sério problema de ordem socioeconômico. Diversas pessoas perderam seus postos de trabalho e isso fez com que elas deixassem de cumprir, de honrar, com compromissos básicos, inclusive a alimentação”, ressalta Evandro Leitão.

Municípios contemplados

Acaraú, Acopiara, Aiuaba, Alcântaras, Altaneira, Alto Santo, Antonina do Norte, Ararendá, Araripe, Assaré, Barro, Barroquinha, Boa Viagem, Caridade, Cariré, Caririaçu, Cariús, Carnaubal, Chaval, Choró, Croatá, General Sampaio, Graça, Granja, Granjeiro, Hidrolândia, Ibaretama, Ipaporanga, Ipueiras, Itatira, Jucás, Martinópole, Miraíma, Mombaça, Moraújo, Morrinhos, Ocara, Parambu, Paramoti, Pedra Branca, Pereiro, Piquet Carneiro, Pires Ferreira, Poranga, Potengi, Potiretama, Quiterianópolis, Quixelô, Reriutaba, Saboeiro, Salitre, Santana do Acaraú, Senador Sá, Tamboril, Tarrafas, Tejuçuoca, Umari, Umirim, Uruoca e Viçosa do Ceará.

Doações na pandemia

O Governo do Ceará, por meio do Mais Infância Ceará, já realizou a distribuição de cerca de 26 mil cestas básicas, totalizando mais de 500 toneladas de alimentos. Além disso, por meio do Mais Nutrição, mais de 1,4 milhão de toneladas de alimentos “in natura”, polpas e mix de legumes, já foram entregues para cerca de 180 mil pessoas de 65 municípios. Por meio das doações, a ação promove a segurança alimentar e nutricional de cearenses e combate o desperdício de alimentos. Outra ação para a área é a campanha Vacinação Solidária, em parceria com a AL, Sistema Fecomércio, Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece) e Associação para o Desenvolvimento do Municípios do Ceará (APDMCE), que distribui alimentos coletados no momento da vacinação.


Fonte: Governo do Ceará

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001