12 de agosto de 2021 às 18h06m
Biblioteca Pública Estadual do Ceará é reinaugurada com novos espaços e mais de 100 mil títulos disponíveis

Com novo conceito e modernizada, a biblioteca receberá o público por agendamento e de forma gradual: 50% da capacidade de atendimento dos setores de Obras Raras, Periódicos, Microfilmagem, Obras Gerais, Coleção Ceará, Artes e Iconografia e Atualidades

O Governo do Ceará reinaugurou, nesta quinta-feira (12), a Biblioteca Pública Estadual do Ceará (BECE). O equipamento foi totalmente reformado, ampliado e modernizado e conta com mais de 100 mil exemplares disponíveis no acervo. O acesso à BECE será apenas mediante agendamento online a partir desta sexta-feira (13) no site www.bece.cultura.ce.gov.br. O evento foi transmitido de forma virtual e contou com a presença do governador Camilo Santana, da vice-governadora Izolda Cela, da primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, do secretário da Cultura do Estado, Fabiano Piúba, da secretaria de Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), Socorro França, do presidente da Assembleia Legislativa, Evandro Leitão, e do secretário de Cultura de Fortaleza (Secultfor), Elpídio Nogueira.

A partir dessa reabertura física, seguindo todos os protocolos de retomada do setor cultural em período de pandemia, o equipamento oferece serviços, por meio de atendimento presencial, como consulta de acervo, empréstimo de livros e visitas guiadas. Na primeira fase, a Biblioteca volta a receber o público de forma gradual, com 50% da capacidade de atendimento em seis setores: Obras Raras, Periódicos, Microfilmagem, Obras Gerais, Obras Gerais – Coleção Ceará, Artes e Iconografia e Atualidades. Aos 154 anos, a Biblioteca volta a funcionar como um espaço não só de acesso aos livros, mas também à informação, às artes, à cultura e ao conhecimento, integrado com o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (CDMAC) e dialogando com as políticas de livro, leitura e literatura da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult-CE).

Camilo Santana explicou na transmissão ao vivo que o espaço reformado já estava pronto desde março de 2020, mas devido à pandemia, tudo teve de ser reagendado. “Estamos entregando aqui um espaço cultural de suma importância para os cearenses. Ficou muito bonito, com desenho atrativo, conectado com o tempo atual, mas sem esquecer do passado, com um acervo que é um dos maiores do mundo. Tudo já estava pronto desde antes da pandemia começar. Iríamos reinaugurá-lo em 25 de março, no aniversário de 153 anos do equipamento e, mais de um ano depois, finalmente reabrimos as portas da BECE. Como estamos ao lado do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, o local passou por uma grande construção que nos leva a ter agora a conectividade com o Dragão do Mar, incluindo um novo anfiteatro ao ar livre e espaços em comum, com mais segurança e conforto a todos”, mostrou o governador ao passear pelo ambiente que interliga os dois equipamentos culturais.

O investimento do Governo do Estado do Ceará na reforma e modernização da Biblioteca Pública, por meio da Secult, foi de R$ 21.671.697,79, sendo R$ 11.348.762,75 destinados à obra estrutural e R$ ?10.322.935,04? à modernização, incluindo a aquisição de equipamentos, mobiliário, ambientação e acervo. Também foram investidos R$? 2.846.362,95? na obra de integração da Biblioteca com o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura.

“A BECE tem uma longa história na promoção da cultura, da educação e do conhecimento. São 154 anos de existência. Portanto, esta reabertura é uma reinauguração do equipamento cultural mais antigo em funcionamento no Ceará. O que o Governo do Estado executou foi uma reforma estrutural e modernização de seu conceito, programa e de uma arquitetura interna mais livre e democrática no acesso ao livro, formação leitora, ao conhecimento e à fruição criativa. Tudo isso, considerando o legado de seu percurso histórico. Esta entrega é fruto de um investimento econômico governamental e de um capital humano que reabre a Biblioteca Pública como patrimônio cultural e memória afetiva, mas também como um lugar de criação e inventividade, de pesquisa e construção do conhecimento com uma programação cultural e educativa em conexão com Fortaleza, o Ceará, o Brasil e o mundo”, enfatiza o secretário Fabiano Piúba.

O novo conceito

Em seu novo conceito, a Biblioteca Pública do Estado do Ceará se constitui como um lugar de encontro de todas as idades e formações, de partilha e fruição de construções e experiências de criação, pensamento, leitura, escrita, diálogo e escuta sensível. Na BECE podemos ler, estudar, brincar, navegar na internet e desenvolver novas habilidades de leitura e escrita em processos formativos.

“Hoje é um dia muito especial para todos que fazem a cultura do Ceará, estamos reabrindo e entregando de volta ao povo a instituição mais antiga em funcionamento do Estado. É um dia histórico. Agora temos um novo conceito de toda a estrutura, que passou por uma modernização e agora está aberta com o mesmo nível de equipamentos culturais e bibliotecas do Rio, São Paulo, Paris e Nova York, além de disponibilizar um dos maiores acervos do Brasil”, apontou Fabiano Piúba, que apresentou junto com o governador todos os ambientes do equipamento.

Os espaços dão acesso livre às estantes de livros e à internet. É possível ver filmes, ouvir músicas, participar das múltiplas atividades culturais ou solicitar o empréstimo de livros entre os mais de 100 mil exemplares disponíveis no acervo. A BECE atua como um ponto na ampliada teia de bibliotecas que perfazem as experiências públicas e comunitárias no Ceará, potencializando saberes e fazeres como dimensões sociais, culturais e educativas, movimentando vidas e visões de mundo a partir de seus setores e espaços diversos.

Com a reabertura física, o local passa a contar com um site próprio www.bece.cultura.ce.gov.br, local onde o público poderá se informar sobre as novidades da programação e serviços disponíveis. Pesquisadores e interessados poderão consultar no site o acervo da Biblioteca a partir de suas casas, além de reservar livros para empréstimo ou renovar o seu livro emprestado.

O chefe do Executivo estadual destacou o ambiente e os serviços disponibilizados pela Biblioteca e fez um convite aos cearenses. “Recomendo a todos que venham visitar a nossa biblioteca pública, um espaço democrático para todos os públicos, com segmentos especiais para pessoas com necessidades especiais, idosos, crianças, jovens e adultos, seja para a pesquisa acadêmica ou para fins de diversão. Temos um ambiente convidativo e é um patrimônio do nosso Ceará. Venha com a sua família e vamos valorizar os espaços culturais de Fortaleza, aproveite para fazer a sua carteirinha da BECE, é gratuita e eu já tenho a minha aqui”, mostrou o governador ao final da transmissão.

Serviços disponíveis na BECE

A BECE conta com um calendário de retomada de serviços que obedece aos protocolos de retomada gradual das atividades presenciais estabelecidos pelo Governo do Estado. Na primeira fase, a Biblioteca volta a receber o público de forma gradual, com 50% da capacidade de atendimento em seis setores: Obras Raras, Periódicos, Microfilmagem, Obras Gerais, Obras Gerais – Coleção Ceará, Artes e Iconografia e Atualidades.

O acesso ao atendimento presencial por agendamento estará disponível a partir de sexta-feira (13). O horário de atendimento em contexto de pandemia será das 9h às 16h, dividido em dois turnos: das 9h às 12h e das 13h às 16h. Para ter acesso, o usuário deverá agendar no site da BECE informando o setor, o dia e horário desejado.

“O nosso retorno será gradual e responsável. Toda a biblioteca está equipada para receber os nossos usuários com todo o cuidado necessário nesse momento de pandemia. Inicialmente trabalharemos com 50% da capacidade de atendimento de seis dos doze setores existentes e a entrada será mediante agendamento online”, afirma Enide Vidal, diretora geral da BECE.

Para ter acesso à pesquisa local, os usuários poderão agendar a visita para atendimento em um dos setores abertos ao público externo, optando por um dos horários. Pela manhã, das 9h às 12h, ou à tarde, das 13h às 16h. Também será ofertado, mediante agendamento prévio, o serviço de Visita Guiada para grupos de no mínimo 5 e máximo 10 pessoas, de terça a sexta-feira, das 10h às 11h30 e das 14h às 15h30. A visita deverá ser agendada online.

Inicialmente o serviço estará disponível para os usuários que fizeram agendamento em algum dos setores abertos ao público. Para ter acesso ao empréstimo de livros, o usuário deve fazer ou atualizar o seu cadastro e obter a carteirinha da BECE. Estarão disponíveis a partir de 16 de agosto, o agendamento para os serviços de empréstimo, reserva e renovação de livros. A biblioteca dispõe de computadores com acesso à internet nos seus diversos setores e inicialmente estará disponível para os usuários que agendarem a visita.

Administração e início das atividades online

A Secretaria da Cultura firmou contrato de gestão com o Instituto Dragão do Mar – IDM no valor de R$4.484.773,00 para ações de formação, programação cultural e fomento à pesquisa. As ações estabelecidas no contrato de gestão estão sendo realizadas, de forma online, desde abril e somam, até julho, 13 mil espectadores, mais de 3.100 horas de conteúdo online e 83 atividades de difusão cultural, formação voltada para promoção do livro, da leitura e literatura de forma conectada com outras linguagens artísticas e demais áreas do conhecimento.

“Para o Instituto Dragão do Mar é uma honra receber a gestão de um equipamento centenário é tão importante, que vem numa perspectiva de modernização e atualização de seus usos e de reaproximação com a sociedade.”, afirma Rachel Gadelha, presidenta do IDM.

Ainda em agosto, a BECE lança a Seleção de Mediadores Sociais para compor a equipe da Coordenação de Ação Cultural e Educativa, e o edital para seleção de projetos culturais para a Programação Cultural e Educativa da Biblioteca no período de outubro de 2021 a março de 2022. Mais informações em breve, no site.

“A Biblioteca reabre com conceito e missão expandidos, contemplando uma gestão executiva, gerência administrativa, assessoria de planejamento e de comunicação e as coordenações de ação cultural e educativa e pesquisa, acervo e conhecimento. Tudo com a finalidade de implantar programas e um conjunto de atividades culturais e formativas que se efetivem numa programação permanente e plural destinada ao conjunto da população cearense na sua diversidade”, complementa Suzete Nunes, gestora executiva da BECE.

Difusora do livro, leitura e literatura 

A BECE, além de grande difusora da leitura, do livro, da literatura e dos escritores cearenses, é responsável por receber em suas dependências o Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas do Ceará – SEBP/CE, composto por todas as bibliotecas públicas municipais do Estado, localizadas nos 184 municípios cearenses.

Durante os anos que antecederam a reabertura da sede oficial da Biblioteca, enquanto ocorriam as obras, o atendimento ao público foi mantido com a Biblioteca Pública Espaço Estação (Rua 24 de Maio, 60, Centro), disponibilizando 40% do acervo de forma permanente e o restante do acervo sob demanda. A Biblioteca Pública Espaço Estação oferece programação gratuita mensal permanente, atraindo públicos de diversas idades.

Serviço

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO – (durante a pandemia)

segunda a sexta – 9h às 16h  – (via agendamento online)

www.bece.cultura.ce.gov.br

ENDEREÇO

Avenida Presidente Castelo Branco, 255 Centro, Fortaleza – CE 60010-000

CONTATO 

bece@secult.ce.gov.br

Tel.: (85) 3101.2545

SITE E REDES SOCIAIS

www.bece.cultura.ce.gov.br

Instagram – @bece_bibliotecaestadualdoceara

Youtube – /bibliotecaestadualdoceara

Facebook – /bibliotecaestadualdoceara

Twitter – @bece_biblioteca

Issuu – /bibliotecaestadualdoceara


Fonte: Governo do Ceará

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001