06 de agosto de 2021 às 08h33m
MORADA NOVA E A MULHER

Tramita na Assembleia Legislativa, um projeto de indicação, de autoria do deputado estadual Antônio Granja, que dispõe sobre a criação da Delegacia da Mulher no município de Morada Nova

Após análises das comissões afins , o projeto será colocado em votação no plenário da Casa.
De acordo com a proposta, a Constituição Estadual do Ceará, de 1989, estabelece que para garantir o direito constitucional de atendimento à mulher, vítima de qualquer forma de violência, o Estado deve instituir delegacias especializadas a esta população em todo município que tenha mais de 60 mil habitantes.
AONDE JÁ EXISTE- De acordo com o deputado Antônio Granja(Foto), “Dos 184 municípios do Ceará, somente 38 têm serviços especializados para o amparo à mulheres que sofrem violência. Nessas cidades onde não há esses serviços, as mulheres que sofrem violência têm de recorrer a uma delegacia comum na própria localidade ou devem se deslocar para outros municípios se quiserem registrar casos de violência.” ressalta o deputado".
E mais, segundo o IBGE, atualmente apenas Fortaleza, Pacatuba, Caucaia, Maracanaú, Crato, Iguatu, Juazeiro do Norte, Icó, Quixadá e Sobral, contam com delegacias de defesa da mulher. Além disso, o Senado Federal aprovou em março, o Projeto de Lei 781/2020, que trata da criação ininterrupta de Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher nos municípios mais populosos. Sem dúvida, uma importante iniciativa do conceituado e respeitado parlamentar, atualmente, Primeiro Secretário da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001