08 de janeiro de 2021 às 16h30m
Tem dúvidas sobre IPVA? Veja passo a passo para emitir o boleto

Neste ano, o Governo do Ceará disponibilizou três opções online para pagamento do tributo pelos aplicativos Ceará App e Meu IPVA ou pelo site da Secretaria da Fazenda do Ceará (Sefaz-CE).

O Governo do Ceará liberou desde o último dia 1º a tabela do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2021. Neste ano, o tributo ficou, em média, 4,5% mais em conta em comparação a 2020. E até o próximo dia 29 é possível fazer o pagamento em cota única com desconto de 5%.
Não serão enviados boletos pelos Correios ou por email. O documento pode ser acessado apenas pelos canais digitais do Governo do Estado.

São três opções onlines: pelos aplicativos Ceará App e Meu IPVA ou pelo site da Secretaria da Fazenda do Ceará (Sefaz-CE).

Disponíveis para smartphones e tablets, os aplicativos permitem consultar valores do IPVA 2021 e emitir o Documento de Arrecadação do Estado (DAE) para pagamento. As ferramentas podem ser baixadas gratuitamente nas lojas Play Store (Android) e App Store (IOS).

Outros serviços que podem ser acessados pelos aplicativos e, também, pela página virtual da Sefaz são: parcelamento de débitos vencidos, emissão de certidão de IPVA e pedido e consulta de restituição.

“Tudo acessível, de forma rápida e sem burocracia. Pelo aplicativo é possível consultar a situação do veículo, as datas de vencimento, emitir o boleto para pagamento e gerar a certidão de quitação. Nele é possível acessar também outras iniciativas da Sefaz como o programa Sua Nota Tem Valor, que está beneficiando tantas pessoas e instituições cearenses”, afirma a secretária da Fazenda do Ceará, Fernanda Pacobahyba.

Confira o passo a passo para emitir o boleto:

1. Por meio dos aplicativos, o contribuinte deve optar pelo menu: IPVA.

2. Em seguida, ele poderá fazer consultas sobre a situação do veículo e emitir o DAE, por exemplo. Para gerar o boleto de pagamento, basta selecionar a opção “Pagar IPVA”.

3. O Documento de Arrecadação do Estado (DAE) será gerado mediante a informação do chassi do veículo, ou do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) e da placa.

4. A rede arrecadadora do IPVA inclui Banco do Brasil, Caixa Econômica, BNB, Bradesco, Santander, Itaú e casas lotéricas. Quem preferir pode pagar o imposto pormeio dos cartões de crédito vinculados ao Banco do Brasil ou Bradesco.

Confira a tabela completa do IPVA 2021

Descontos:

Os contribuintes que pagarem o IPVA em cota única até o dia 29 de janeiro terão 5% de desconto. Caso não opte pela parcela única, o proprietário pode dividir o IPVA, desde que o valor do imposto seja acima de R$ 100, em cinco vezes, com vencimentos nos dias 10 de fevereiro, 10 de março, 12 de abril, 10 de maio e 10 de junho.

Cerca de 2,3 milhões de veículos serão tributados, com arrecadação estimada em torno de R$ 1 bilhão. Do total recolhido, 50% pertencem ao Tesouro Estadual e os outros 50% são destinados aos municípios onde os veículos estão licenciados.

Alíquotas

As alíquotas do IPVA variam de 0,5% a 3,5% sobre o valor venal dos veículos. A maior parte da frota tem alíquota de 3%. É o caso dos automóveis e caminhonetes entre 100 e 180 cavalos de potência. Ônibus, micro-ônibus, caminhões e veículos de locadoras pagam 1%.

As alíquotas também privilegiam os bons motoristas. Motocicletas, motonetas, ciclomotores e triciclos até 125 cilindradas pagam 1%, se não tiverem cometido infração de trânsito em 2020. Caso contrário, a alíquota sobe para 2%.

Isenção

Pessoas com deficiência têm direito à isenção do imposto, assim como proprietários de máquinas agrícolas, táxi, ônibus de transporte urbano e metropolitano, transportes escolares, além de veículos com mais de 15 anos de fabricação.


Fonte: O Povo

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001