07 de janeiro de 2021 às 16h12m
Governo do Ceará inicia obra do Centro Integrado de Segurança Pública, em Fortaleza

Ao reunir todos os comandos das forças de segurança em um só local, o Estado busca ganhar em eficiência administrativa, operacional e logística. O investimento inicial será de R$ 73.986.520,28

A área da Segurança Pública segue recebendo investimentos do Governo do Ceará. Dessa vez, o Estado vai fortalecer a parte estrutural com a construção do Centro Integrado de Segurança Pública (CISP), em Fortaleza, que sediará os comandos das forças de segurança cearenses. A ordem de serviço que autorizou o início da obra foi assinada pelo governador Camilo Santana, na manhã desta quinta-feira (7). Ao reunir toda a estrutura em um só local, o Estado busca ganhar em eficiência administrativa, operacional e logística.

Neste primeiro momento, o investimento será de R$ 73.986.520,28 e servirá para a construção da sede do Corpo de Bombeiros Militar (CBMCE), do Centro Integrado de Inteligência, Centro de Convivência, outros equipamentos públicos e urbanização da área. Os recursos são oriundos do Tesouro do Estado.

O ganho qualitativo no trabalho do Estado em segurança pública com a construção do CISP foi destacado por Camilo Santana. “São 80 mil m² onde vamos reunir todas as instituições da Segurança. Aqui, temos uma localização privilegiada, com acesso rápido, avenidas duplicadas. Vamos ter um dos mais modernos centros de inteligência e operações táticas do Brasil. Isso vai dar agilidade, facilitar e integrar cada vez mais o trabalho. Não temos medido esforços em fazer investimentos em inteligência, pessoal e equipamentos. Essa é uma modelagem utilizada no mundo inteiro, que é a integração das forças públicas”, ressaltou o governador.

Quando concluído, o CISP abrigará os seguintes núcleos de comando: Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Polícia Militar (PMCE), Polícia Civil (PCCE), CBMCE, Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec), Centro Integrado de Inteligência, Centro de Convivência e Interligação com a Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer). A obra ainda terá serviços de urbanização e paisagismo, com a manutenção de zonas verdes, a implantação de academia ao ar livre, pista de cooper, brinquedopraça e areninha, entre outras estruturas de acesso e circulação para a comunidade.

Sandro Caron, secretário da Segurança Pública e Defesa Social, enfatizou que essa é mais uma medida de ponta adotada pelo Ceará. “Dentro da ideia de integração é fundamental essa estrutura. Já sabemos que isso aumentará a integração que já existe e acelerará a tomada de decisões, ganhando o Estado, a população e a segurança pública”, disse o titular da SSPDS.

O Centro Integrado de Segurança Pública ocupará uma área central da capital cearense. Vizinho à Base Aérea de Fortaleza e à sede da Polícia Federal, o conglomerado utilizará o terreno do Quartel do Comando da Polícia Militar e a área adjacente, entre as avenidas Aguanambi e Borges de Melo.

Para o prefeito de Fortaleza José Sarto, reunir todas essas instituições em um só local é muito estratégico e será de grande valia na obtenção de bons resultados. “O Centro Integrado vai congregar todas essas forças de segurança e certamente vai melhorar e qualificar o combate e a prevenção à criminalidade. Um equipamento como esse vai contribuir muito para a melhoria dos indicadores de violência”, reforçou o gestor municipal.

Também acompanharam a ordem de serviço do CISP o comandante-geral da PM, coronel Márcio de Oliveira, o comandante do CBMCE, coronel Ronaldo Araújo, o delegado-geral da PCCE, Marcus Rattacaso, o superintendente de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública, Helano Matos Nogueira, e o titular da Superintendência de Obras Públicas, Quintino Vieira.


Fonte: Governo do Ceará

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001