24 de novembro de 2020 às 06h40m
Governo do Ceará investe R$ 5,6 milhões em kits de gravação para escolas públicas estaduais e CCIs

Composto de computador, câmera e tripé, o kit dará apoio às unidades de ensino na gravação de atividades escolares

Apoiar e fortalecer o trabalho dos professores e gestores escolares é o objetivo do Governo do Ceará, com a aquisição do Kit Gravação para todas as 728 escolas públicas estaduais, incluindo os Centros de Educação de Jovens e Adultos (Cejas), além dos 13 Centros Cearenses de Idiomas (CCIs). Nesta segunda-feira (23), a secretária Eliana Estrela iniciou a entrega dos equipamentos, na Escola de Ensino Médio em Tempo Integral (EEMTI) Romeu de Castro Menezes, em Caucaia. O investimento total é de R$ 5,6 milhões.

Composto de computador, câmera e tripé, o kit dará apoio às unidades de ensino na gravação de atividades escolares. A ação visa potencializar o trabalho do professor para a melhoria da qualidade das aulas online transmitidas aos alunos cearenses.

Eliana Estrela aponta que a ação faz parte de um conjunto de iniciativas promovidas com o intuito de preservar o processo de ensino e aprendizagem e os vínculos afetivos entre estudantes e professores. “Estamos vivendo um momento difícil. A pandemia surpreendeu a todos. Tivemos que nos reinventar, procurando todos os meios possíveis para fazer com que as aulas chegassem até os alunos, seja pelas plataformas digitais, pelo livro didático, por atividades impressas, pelo rádio ou pela TV. Precisamos garantir que essa construção do conhecimento continue”, ressalta a secretária.

Nesta segunda-feira, receberam os materiais de apoio 29 diretores de escolas localizadas em Caucaia. As unidades de ensino integram a Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede) 1, sediada em Maracanaú. Somente para esta Crede, o investimento foi de R$ 593.181,23. A Regional concentra 80 unidades de ensino, contando com CCIs, somando matrícula de mais de 44 mil alunos.

Suporte

Jéssica Carneiro, professora de Língua Inglesa na EEMTI Romeu de Castro Menezes, acredita que a partir de agora as atividades remotas serão realizadas com mais fluidez, possibilitando tanto melhor condição de trabalho aos educadores, como mais facilidade de compreensão dos conteúdos por parte dos estudantes. “Com a disponibilidade desses equipamentos, muitos professores poderão gravar suas aulas na escola, sem terem que se deparar com problemas como instabilidade da internet, por exemplo”, observa.

O diretor da EEMTI Romeu de Castro Menezes, Raimundo Nonato de Souza, avalia que as aulas, a partir de agora, poderão ser gravadas e transmitidas em melhor qualidade técnica. “O professor vinha usando, basicamente, o próprio celular. Esse novo material traz uma espécie de ‘profissionalismo’ ao trabalho, sendo uma importante evolução”, classifica.


Fonte: Governo do Ceará

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001