29 de outubro de 2020 às 16h36m
Programa de Saneamento Básico nas cidades do litoral cearense é aprovado na Assembleia

O projeto da Secretaria do Turismo do Ceará (Setur) de levar saneamento básico a cidades litorâneas do Ceará foi aprovado nesta quinta-feira (29) pela Assembleia Legislativa do Ceará.

A mensagem 8546 autoriza o poder executivo a contratar financiamento junto à Corporação Andina de Fomento (CAF). O Programa de Saneamento das Localidades Litorâneas do Ceará (Prosatur) terá investimento de US$ 75 milhões (US$ 60 milhões do financiamento e US$ 15 milhões de contrapartida do Estado) e deverá ser executado até 2026.

No Litoral Oeste, o Prosatur atenderá as localidades de Mundaú e Guajiru (Trairi), Ilha do Guajiru (Itarema), Baleia (Itapipoca), Icaraizinho (Amontada), Preá (Cruz) e Jericoacoara (Jijoca). No Litoral Leste, a praia de Barro Preto (Aquiraz), de Morro Branco e Praia das Fontes (Beberibe) e Fortim. As comunidades têm no total cerca de 30 mil habitantes e em períodos de alta estação recebem aproximadamente 200 mil turistas nos fins de semana.

“Esse projeto pretende não só cobrir a totalidade da população, zerando o déficit de abastecimento de água e esgoto, mas também assegurar uma infraestrutura dimensionada para atender o crescimento populacional projetado pelos próximos 20 anos – considerando população fixa e flutuante. É imprescindível não só para o crescimento do turismo nessas regiões como para a saúde dessa população”, destaca o secretário do Turismo, Arialdo Pinho.

O titular da Setur explica ainda que o Prosatur tem como objetivo viabilizar soluções viáveis para alavancar a competitividade das regiões, garantindo melhores condições de saúde para os habitantes e um maior desenvolvimento socioeconômico decorrente da atividade turística. “O saneamento ambiental é infraestrutura básica indispensável ao desenvolvimento dos destinos turísticos. E é fundamental para o desenvolvimento social e econômico de um município, bem como na qualidade de vida da população”.

O Prosatur também terá ações voltadas à preservação do meio ambiente, capacitação de servidores, de profissionais do trade turístico e da população em geral, além de estudos para subsidiar planejamento de futuras ações pautadas na sustentabilidade.


Fonte: O Estado

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001