22 de setembro de 2020 às 07h02m
Ministério do Meio Ambiente cria secretaria específica para Amazônia

O número de secretarias permanece o mesmo, com alterações na secretaria de Relações Internacionais, que agora também trata de clima, e com a extinção das secretarias de Ecoturismo e de Florestas e Desenvolvimento Sustentável

O Ministério do Meio Ambiente criou um secretaria específica para a Amazônia, que começa a atuar já nesta segunda-feira, 21. A mudança estava prevista em Decreto publicado em 11 de agosto, mas só entrou em vigor hoje. A pasta tem sido alvo de críticas internacionais pela gestão do meio ambiente no Brasil. As informações são do O GLOBO.

O número de secretarias permanece o mesmo, com alterações na secretaria de Relações Internacionais, que agora também trata de clima, e com a extinção das secretarias de Ecoturismo e de Florestas e Desenvolvimento Sustentável, que deram lugar às secretarias de Amazônia e Serviços Ambientais e Áreas Protegidas.

Além das mudanças nas secretarias, também há alterações nos departamentos subordinados a elas. Os departamentos de Meio Ambiente e América Latina, Temas Globais e Organismos Multilaterais e Economia Ambiental e Acordos Internacionais foram extintos, com a criação do departamento de Relações Internacionais.

Os departamentos de Florestas e Desenvolvimento Sustentável também deixaram de existir, assim como todos os subordinados à secretaria de Ecoturismo.

Nas novas secretarias, foram criados os departamentos de Áreas Protegidas, Concessões, na secretaria de Áreas Protegidas, e de Conservação Florestal e Serviços Ambientais e Ecossistemas, na secretaria da Amazônia.

De acordo com o MMA, as mudanças trazem "maior transparência, agilidade e eficiência na gestão ambiental". O ministério afirma também que a redução de níveis hierárquicos " vai achatar a pirâmide estrutural do ministério, aproximando os dirigentes dos servidores".


Fonte: O Povo

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001