27 de agosto de 2020 às 19h45m
22 municípios do Ceará "encolheram" desde o ano passado

Em comparação com o começo do século, há municípios que perderam de 10% a até 15% da população

A população de 22 municípios do Ceará diminuiu desde 2019, segundo os números divulgados nesta quinta-feira, 27, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O cálculo anual tem vários impactos, inclusive na distribuição de dinheiro público para as prefeituras. Por isso, as administrações dos municípios ainda podem recorrer para que os cálculos sejam refeitos. Há casos de reduções contínuas pelo menos desde o início deste século. De 2001 para cá, há municípios que perderam 10% a até 15% de seus habitantes.

Em números absolutos, a maior redução foi em Morada Nova, a 169 km de Fortaleza, no Baixo Jaguaribe, que tem 152 habitantes a menos.

Proporcionalmente, os dois municípios que mais perderam habitantes foram os que já têm as duas menores populações no Estado: Guaramiranga, a 99 km de Fortaleza, no Maciço de Baturité, teve redução de 1,17% do número de habitantes em um ano. O município mantém a posição de segunda menor população do Estado.

O município com menor número de habitantes do Ceará, Granjeiro, no Cariri, a 442 km de Fortaleza, apresentou segunda maior redução, de 0,62%.

Na maioria dos casos, a redução populacional não é fenômeno pontual. Há 18 municípios no Estado que têm hoje menos habitantes do que tinham no começo deste século, em 2001.

Proporcionalmente, desde o começo do século a maior redução foi em Reriutaba, a 285 km de Fortaleza, na Zona Norte. De 2001 para cá, o município perdeu 15% da população. O município tinha 21,6 mil habitantes no começo do século e hoje tem 18,3 mil. Mais de três mil habitantes a menos desde o começo do século.

São João do Jaguaribe, a 221 km de Fortaleza, no Baixo Jaguaribe, tem hoje 1.114 habitantes a menos, redução de 12%. Guaramiranga e Granjeiro perderam 10% da população, cada.

As dez maiores populações do Ceará são Fortaleza, Caucaia, Juazeiro do Norte, Maracanaú, Sobral, Crato, Itapipoca, Maranguape, Iguatu e Quixadá.

As dez menores, a partir da menor, são Granjeiro, Guaramiranga, Baixio, Potiretama, Pacujá, Ereré, Antonina do Norte, São João do Jaguaribe, Altaneira e Senador Sá.


Fonte: O Povo

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001