12 de agosto de 2020 às 11h20m
Cabeto discute na Assembleia plano de modernização da rede de saúde

O titular da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), Dr. Cabeto, participou ontem (11) de reunião da Comissão de Seguridade Social e Saúde da Assembleia Legislativa do Ceará (Alece).

Durante o encontro, realizado virtualmente, ele esclareceu o plano de modernização e ampliação do acesso ao serviço de saúde da rede pública do Estado. Ele sublinhou que a estratégia não visa “fechar nenhum setor”: “As reformas que estamos planejando vem no sentido de expandir e universalizar o atendimento, oferecendo mais qualidade e condições para os usuários e profissionais”, disse.
Segundo Cabeto, com relação ao Hospital Geral de Fortaleza (HGF) e o setor de pediatria, o princípio é o mesmo. A ideia é descentralizar serviços que podem ser absorvidos por outros hospitais, tornando mais completos aqueles localizados em pontos estratégicos da cidade, como o Sopai, na Barra do Ceará; o Hospital Universitário, no Itaperi; o Hospital Infantil Albert Sabin, no bairro Fátima, o Centro de Saúde Escola, no Meireles, por exemplo.


O secretário explicou que esse plano surgiu da necessidade de expansão de diversos setores, além da pediatria. Segundo ele, a Pediatria do HGF conta apenas com 34 leitos de internação e nenhuma emergência ou UTIs pediátricas. Somado a isso, foi observada, em outras emergências do Estado, a necessidade de expansão de setores para tratamento de doença renal crônica, vasculares, neurológicas e câncer. “Partindo do princípio que teremos que promover a expansão da pediatria, e de outros setores, estamos realizando essa série de mudanças que, em curto, médio e longo prazo, deverão, gradualmente, contemplar a população de forma mais integral sem causar tanto desgaste, nem para os usuários, e nem para os profissionais”, acrescentou.


Ele reforçou que essa transição está sendo discutida semanalmente com médicos do HGF, do Albert Sabim, e das secretarias estadual e municipal de Saúde, e deve acontecer ao longo dos próximos seis meses. Especialidades mais específicas, como transplantes, por exemplo, não sairão do HGF, conforme Dr. Cabeto.


Deputados


A deputada dra. Silvana (PL), presidente da Comissão de Saúde da casa, disse estar “aliviada” com o plano de modernização da rede pública de saúde. Ela elogiou o trabalho do secretário e afirmou que ele “realmente conseguiu desenhar um sistema de saúde que pode sim chegar até a população”. “Precisamos reconhecer o esforço e dedicação e a preocupação com a criação de uma estratégia como essa”, disse a parlamentar.


Os deputados Soldado Noelio (Pros) e Erika Amorim (PSD) também elogiaram o plano apresentado pelo secretário. Para Noelio, é de grande importância que um hospital como o Sopai, que atende toda a população da região da Barra do Ceará e até do município de Caucaia, esteja apto para todas as ocorrências.


Fonte: O Estado

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001