30 de julho de 2020 às 11h12m
Nova tecnologia promete carregar 50% de baterias em 5 minutos

Quick Charge 5 é 70% mais eficiente que geração anterior de carregadores. Segundo a empresa, seriam necessários apenas 15 minutos para um carregamento completo

A Qualcomm, fabricante de componentes para smartphones, anunciou nesta semana a nova geração da sua tecnologia Quick Charge de carregamento rápido. A solução promete ser até 70% mais eficiente que a geração anterior, podendo encher metade de uma bateria de 4.500 mAh em cinco minutos.

Mesmo com todos os avanços em celulares nos últimos anos, uma característica dos modelos da década passada continua imbatível: a duração da bateria. Conforme novas funções foram adicionadas aos aparelhos, o consumo de energia aumentou muito mais que as melhorias na duração das cargas.

Enquanto não se desenvolvem novas tecnologias que permitam deixar smartphones uma semana fora da tomada, a solução encontrada pela indústria foi reduzir o tempo que os celulares precisam para atingir um bom percentual de bateria restante. No Brasil, o carregamento mais avançado disponível é de 45 W, em aparelhos como o Samsung Galaxy S20 Ultra e o Motorola One Hyper — que foi testado pelo O POVO. O QuickCharge 5 terá mais que o dobro de potência, carregando aparelhos a mais de 100 W.

No caso do aparelho da Motorola, 10 minutos de recarga deram 29% de bateria (de 5 a 34%), enquanto meia hora na tomada levou esse valor a 64%. O componente, neste celular, tem 4.500 mAh de capacidade, mesma quantidade anunciada nos testes da Qualcomm. A diferença é que o Quick Charge 5 será muito mais rápido para atingir esses percentuais. Segundo a empresa, seriam necessários apenas 15 minutos para um carregamento completo.

Uma das principais preocupações com o carregamento rápido é a segurança das baterias, que poderiam superaquecer ou ter menor vida útil. Segundo a Qualcomm, a nova geração permite que os celulares esquentem até 10 °C menos que modelos com Quick Charge 4, além do suporte às tecnologias Battery Saver e Smart Identification of Adapter Capabilities, que prometem menos impacto na capacidade das baterias reterem a carga original a longo prazo.

Para ter suporte ao Quick Charge 5, é necessário que o aparelho tenha entrada USB tipo C e use os chips SMB1396, já presente no mercado há algum meses, ou com o recém-anunciado SMB1398. Os primeiros celulares compatíveis devem ser lançados nos próximos meses.


Fonte: O Povo

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001