17 de julho de 2020 às 08h10m
Compre do Ceará incentiva economia local

Após cerca de um trimestre com apenas serviços essenciais em funcionamento por conta da pandemia do novo coronavírus, o Ceará avança para a retomada gradual das atividades econômicas.

Em virtude do cenário atual e para estimular o desenvolvimento da cadeia produtiva do Estado, as instituições representativas de todos os setores produtivos: indústria, comércio, turismo, serviços, setor agrícola e de transportes, pequenos e médios empresários (Fiec, Fecomércio, Sebrae e Faec Fetrans) se unificaram na iniciativa de motivar consumidores e toda a sociedade para, no ato da compra, preferir produtos e serviços das empresas locais. Na tarde de ontem, foi lançada a segunda fase da campanha “Movimente a Economia. Compre do Ceará, compre da sua gente”.


A ação busca incentivar os cearenses a priorizarem o consumo de bens e serviços oriundos do Estado, visando estimular a recuperação da economia local, a abertura de novos negócios, além da manutenção e geração de empregos por meio do consumo consciente, valorizando o que é produzido, vendido e transportado dentro do Ceará. Com um tom humorístico, a campanha tem o objetivo de despertar valores, como cearensidade, regionalidade e empatia.


Divulgação


A primeira fase da campanha foi direcionada a divulgação de vídeos institucionais, voltados para o potencial da cadeia produtiva do Ceará. Já a segunda etapa da ação, que inicia a partir da próxima segunda-feira (20), objetiva alcançar os clientes a partir de hábitos e expressões cearenses, de modo a estimulá-los a comprar produtos produzidos e confeccionados no Estado.


Nesta segunda fase, a mensagem da campanha “Movimente a Economia. Compre do Ceará, compre da sua gente” estará nos ambientes de grande movimentação na cidade com divulgação na TV, outdoors, metrôs e ônibus.


Para o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) Ricardo Cavalcante, a retomada gradual é um papel a ser exercido por todos os cearenses, empreendedores e consumidores. De acordo com ele, a conscientização do papel de cada um contribui para o fortalecimento de toda a cadeia produtiva e, consequentemente, para o crescimento do Ceará. “Nesse processo de retomada gradual das atividades econômicas, a Fiec entende ser fundamental valorizar ainda mais nossos produtos e serviços locais. Assim, toda a cadeia cearense sai ganhando e fazemos nossa economia se recuperar em menor tempo, garantindo, ainda, a manutenção dos empregos. Daí a relevância da campanha Compre do Ceará”, afirma.


Devido à pandemia da Covid-19, os pequenos negócios foram impactados fortemente, por isso que se intensificou ainda mais o trabalho de articulação e implementação de projetos e ações visando ajudar os microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte a enfrentar e vencer esta crise.


Flávio Saboya, presidente da Faec, relatou a importância da campanha. “Ela vem no momento certo, visando apoiar e alavancar as vendas dos nossos produtos”, pontua. Na ocasião, o presidente da Fetrans, Dimas Ferreira, também destacou a importância da valorização da cadeia produtiva do Ceará, tendo em vista que os setores da indústria, agronegócio, transporte e comércio estão interligados.


Apoio


Além da importância econômica, o setor produtivo destacou a responsabilidade social das empresas durante a pandemia ao apoiar os profissionais de saúde e contribuir com programas de assistência e segurança alimentar para a população vulnerável do Estado.?


O presidente da Fecomércio, Maurício Filizola, destacou também que, desde o início da pandemia, a entidade ofereceu ações de apoio aos empresários do comércio e serviços fundamentais à população cearense. Segundo ele, o momento, agora, é de operacionalizar novos projetos e ferramentas que vão dar suporte e consultoria aos empresários do setor. “Representamos o setor de comércio e serviços, que gera cerca de 760 mil empregos e é responsável por mais de 75% do PIB do Estado. Essa pandemia nos convida ao desafio. Cabe a nós ajustarmos projetos, pensarmos de forma diferente e percebermos o nosso papel e a nossa missão diante disso tudo”, comenta.


O governador Camilo Santana, também participou do lançamento da campanha e destacou a importância do projeto para a economia do Ceará. “Essa pandemia, obviamente, nos deixou bastante preocupados com economia do nosso Estado e essa campanha foi ideal para o cenário que atualmente estamos tentando ultrapassar, fortalecendo os nossos produtos, nossos trabalhadores e principalmente gerando empregos. Com certeza será um sucesso”, destacou.


Fonte: O Estado

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001