28 de junho de 2020 às 09h22m
Psol define candidatura própria em Fortaleza; nome deve sair de prévias

Colocaram o nome para a disputa o deputado Renato Roseno e a escritora Helena Vieira. Quase certa, candidatura do deputado já tem adesão de mais de 300 filiados

Diretório Estadual do Psol no Ceará definiu ontem que a sigla terá candidatura própria à Prefeitura de Fortaleza. Com nomes do deputado estadual Renato Roseno e da escritora Helena Vieira já colocados no páreo, o partido também definiu a realização de prévias, previstas para julho, para definir quem seguirá para a disputa.

"A gente avaliou que, na atual conjuntura, nosso interesse prioritário é derrotar o bolsonarismo, que é o que existe de mais cruel para os direitos do trabalhador. E nossa forma de contribuir é apresentar uma candidatura própria que, ao mesmo tempo em que combata esse fascismo, também apresente um projeto de cidade", diz Ailton Lopes, presidente do Psol Ceará.

Ativista LGBTQ e ex-assessora do gabinete de Roseno na Assembleia Legislativa, Helena Vieira pode se tornar a primeira travesti a concorrer pela Prefeitura de uma capital do Brasil. Em manifesto anunciando a pretensão, ela destacou que a candidatura "não é de combate a nenhuma outra, mas de construção e debate de um outro projeto de sociedade".

Apesar da questão simbólica, nome de Renato Roseno é dado como mais que certo na disputa entre lideranças da sigla. Neste sábado, foi lançado um manifesto com mais de 300 assinaturas, entre filiados do Psol e coletivos do partido, em defesa da candidatura do deputado. Em 20012, Roseno disputou a vaga e chegou a mais de 148,1 mil votos (11,84%).

Ailton Lopes destacou ainda que o Psol planeja discutir com partidos de esquerda - como PT, PCdoB, PCB e UP - a possibilidade de uma "plataforma comum" contra o bolsonarismo em Fortaleza. "Queremos discutir o objetivo de vencer não só a candidatura que represente o bolsonarismo aqui, mas também todas essas ideias autoritárias, antidemocráticas, fascistas".

Outros filiados do Psol com domicílio eleitoral em Fortaleza podem se lançar como pré-candidatos do partido, com prazo até 3 de julho. A definição das prévias originalmente estava prevista para até 26 de julho, mas depende da Executiva Nacional. Pré-candidato a vereador, Ailton diz que a sigla planeja eleger entre dois ou três vereadores em 2020.

 


Fonte: O Povo

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001