19 de junho de 2020 às 09h30m
Empresários cearenses terão ajuda para retomar negócios

Para auxiliar os empresários cearenses, que enfrentam, agora, o processo de retomada da economia após mais de dois meses com seus estabelecimentos fechados, amargando prejuízos ainda incalculáveis, o Sistema Fecomércio Ceará, através do Senac, lançou o Programa Gestão da Retomada

O objetivo é preparar os gestores para a retomada das suas atividades, apoiando as decisões estratégicas.
O programa foi desenvolvido pelo Senac Ceará, em parceria com a IXL Center, consultoria global de inovação de Cambridge, que no Nordeste é parceria da Trainer DG, e procura abordar as mudanças organizacionais com leveza, flexibilidade e adaptabilidade, características presentes no cerne de qualquer mudança.


De acordo com o presidente do Sistema Fecomércio, Maurício Filizola, além de reunir empresários de diversos segmentos para entender e trazer insights acerca dos cenários, o programa também dará acesso a uma plataforma web, que permitirá ao gestor visualizar seu negócio e, com ajuda dos mentores, traçar cenários para definir o melhor caminho rumo à retomada dos negócios.


“Os negócios foram atingidos em cheio pela crise gerada pelas medidas de contenção do Covid-19. Agora, gestores precisam tomar medidas importantes para garantir a estabilização e planejar mudanças em suas empresas para retomada do crescimento. É neste ponto que a Fecomércio, por meio know-how do Senac, entra”, esclarece o gerente de negócios estratégicos do Sesc-Senac no Cariri, Isaac Coimbra.


O programa utiliza uma abordagem denominada “learn by doing”, e através de insights de empresários, especialistas e consultores, apoiados por plataformas de comunicação, gestão do conhecimento e simulação, para auxiliar gestores de empresas a saírem do ponto A ao B, de forma flexível, rápida e efetiva.

Indicadores
Conforme o estudo “Impactos do Novo Coronavírus nas Economias Brasileira e Cearense”, do Núcleo de Pesquisas Econômicas (Nupe), do Curso de Ciências Econômicas da Unifor, publicado em abril, no Ceará, a economia pós-Covid-19 deverá ter um impacto negativo em um cenário provável, da ordem de R$ 7,5 bilhões, com queda de 2,10% no PIB.
No quadro mais pessimista, essa retração poderá atingir 4,2%, com um impacto negativo de R$ 11,1 bilhões. De acordo com um levantamento divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no dia 16 de junho, o comércio sofreu a segunda maior queda do País no mês de abril e o pior resultado desde o início da série histórica. O recuo foi de 37,2% no volume de vendas no mês em comparação a igual período do ano passado.
Apenas janeiro apresentou saldo positivo, com crescimento nas vendas no comércio varejista ampliado, de 2,7%. Em fevereiro a queda foi de 2% e em março, 11,7%. O IGE aponta ainda que o Ceará apresenta a quarta maior retração do País no resultado acumulado das vendas em 2020, de 11,8%.

Soluções


Com foco na gestão, a primeira solução ajuda os participantes a organizar, identificar e controlar as ações necessárias para retomada. Conta com o apoio de uma plataforma on-line e interativa que permite fazer simulações conforme a dinâmica dos negócios, tendo sete ciclos: Estratégia, Mercado, Marketing e Vendas, Operação, Financeiro, Cenários e Avaliação.


A segunda solução tem foco na transformação do negócio, permitindo que os empresários identifiquem a sua posição estratégica, e definam os caminhos a seguir no Novo Normal. Utiliza ferramentas, que identifica oportunidades no setor, gaps, finalizando com um road map para iniciar a transformação, através de três ciclos: Imergir para transformar, Fundamentos para mudança e Transformação em ação.


Além das ferramentas on-line e mentorias, as soluções contam com uma série de webinars com convidados, empresários e gestores de sucesso, que irão compartilhar suas experiências. Dentre eles, os empresários Severino Ramalho Neto, gestor dos Mercadinhos São Luís; Luís Cézar Gomes (Deda), Gestor do Moleskine Gastrobar; e Eduardo Freire, da Framework.
O programa é ofertado através do Atendimento Corporativo, um canal de suporte do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac para organizações públicas e privadas, que atua com soluções customizadas com foco em resultado, por meio de alternativas estruturadas para as organizações alcançarem o melhor desempenho. Todo programa poderá ser implantado de dez a trinta dias, dependendo do tamanho do negócio.


Fonte: O Estado

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001