04 de junho de 2020 às 17h40m
Programa de Aquisição de Alimentos estimula a produção agrícola familiar, promove a inclusão social egera renda nos municípios cearenses durante a pandemia

Neste cenário de pandemia do novo coronavírus e, como forma de contribuir para a comercialização da produção agrícola familiar, o Governo do Ceará, por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA-CDS), apresentou um relatório operacional positivo, o que se reverte num bom escoamento dessa produção.

Neste cenário de pandemia do novo coronavírus e, como forma de contribuir para a comercialização da produção agrícola familiar, o Governo do Ceará, por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA-CDS), apresentou um relatório operacional positivo, o que se reverte num bom escoamento dessa produção.

Para o secretário do Desenvolvimento Agrário, Francisco De Assis Diniz, o resultado do relatório é satisfatório.

Dezesseis municípios já executaram 100% da proposta encaminhada à SDA e 14 acima de 50%. O programa segue em atividade em 83 cidades do interior cearense.

O secretário De Assis Diniz destaca a participação das mulheres na produção.

De acordo com Mirlene Oliveira, secretária de Pesca, Agricultura, Recursos Hídricos e Meio Ambiente de Camocim, a experiência em Camocim tem sido muito exitosa, tanto na produção quanto na destinação final dos kits alimentares.

O produtor Antônio dos Santos Pessoa, da comunidade rural Sítio Tipi, em Aurora, município da região do Cariri, agradece por ser contemplado pelo programa, que tem sido um alento em um momento difícil como esse de pandemia.

A expectativa é que, até o final de junho, sejam adquiridos e distribuídas 439 toneladas de alimentos pelo PAA. Os recursos, que somam R$ 1,91 milhões, provém do Ministério da Cidadania e estão destinados à edição extra do programa para o enfrentamento ao novo coronavírus.


Fonte: Governo do Ceará

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001