22 de maio de 2020 às 10h50m
Está em ritmo avançado a construção de hospitais de campanha na Região Metropolitana

O Ceará passará a ter mais de 200 leitos nas unidades construídas anexas a hospitais em Fortaleza, Região Metropolitana e interior

As obras de mais três hospitais de campanha que estão sendo construídos pelo Governo do Ceará seguem em ritmo acelerado. As novas unidades ficam localizadas nos municípios de Caucaia e Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza, e em Quixeramobim, anexa ao Hospital Regional do Sertão Central. A previsão de conclusão é para as próximas semanas. Em funcionamento, serão 110 leitos a mais à disposição daqueles que contraíram a Covid-19 e estão necessitando de tratamento em uma unidade hospitalar.

Além desses três hospitais de campanha, o Governo do Ceará já está em Fortaleza com outras unidades similares em funcionamento. Quatro hospitais da rede estadual na Capital cearense já receberam estruturas para ampliar sua oferta de leitos. No São José foram criados 25 leitos, no de Messejana mais 35 e no Hospital Geral são 39 novas vagas somente nas unidades de campanha.

O Hospital César Cals também ganhou uma estrutura anexa, para onde foram transferidos os consultórios do setor ambulatorial, que por sua vez passou a abrigar leitos de alojamento conjunto para puérperas e recém-nascidos, abrindo espaço para que 30 leitos de enfermaria, 21 de UTI Adulto, 10 leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) Neonatal e 27 obstétricos ficassem exclusivos para o tratamento de pacientes com Covid-19.

O governador Camilo Santana explica que a abertura de novas vagas vem seguindo o planejamento feito pelo poder público a partir da avaliação feita constantemente sobre a necessidade de cada região. “Diariamente a gente tem acompanhado os números, o avanço da abertura dos leitos hospitalares, tanto na capital como no interior do Ceará. O Estado tem feito um esforço, juntamente com as prefeituras, no sentido de garantir todas as condições para esse enfrentamento à pandemia”, destaca o gestor.

Mais de dois mil leitos

Fora levantar esses anexos, o Estado vem trabalhando também na ampliação de leitos dentro dos hospitais da rede pública estadual. Além disso, requisitou dois hospitais particulares que estavam fechados em Fortaleza para atender exclusivamente pessoas infectadas com o novo coronavírus, o Leonardo da Vinci e o Batista. Essas unidades fazem parte dos mais de 2.139 leitos abertos pelo Governo do Ceará exclusivamente para o tratamento de pessoas com Covid-19. Desse total, 627 são de UTI.

 


Fonte: Governo do Ceará

Compartilhar
Publicidade
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001