06 de maio de 2020 às 15h24m
Saiba quais situações podem ser indicativos para solicitar um empréstimo

Vice-presidente da Creditas, plataforma online de garantia com crédito, lista situações em que o pedido de empréstimo pode ser recomendado

Com a economia do mundo sendo afetada pela pandemia de coronavírus, a vida de muitas pessoas acaba sofrendo as consequências das restrições financeiras. Por isso, o vice-presidente da Creditas, plataforma online de garantia com crédito, Fábio Zveibil, separou alguns que podem ser interessantes solicitar o pedido de crédito.

Confira situações para pedir empréstimos com garantia de crédito

1- Quando os juros do empréstimo são menores do que os juros da dívida inicial

Existe um fácil acesso ao “crédito ruim” no mercado brasileiro hoje, colocando as pessoas em situações em que dívidas de R$ 5 mil se transformam em R$ 10 mil ou mais em um intervalo de tempo relativamente curto. Crédito ruim é quando as taxas de juros são super altas e, consequentemente, as parcelas mensais prejudicam a renda familiar.

É preciso sempre comparar as taxas do endividamento atual às de possíveis empréstimos, para saber qual é o cenário mais vantajoso mesmo que a pessoa esteja pagando as parcelas em dia. Por exemplo, trocar uma taxa média de empréstimo pessoal tradicional de 6,67% ao mês, por uma de 1,59% de um empréstimo com garantia de veículo para uma dívida de R$ 10 mil pode significar uma economia de cerca de R$19 mil até fim do contrato.

2- Para fugir do rotativo do cartão de crédito e do cheque especial.

Muitas pessoas acabam se enrolando com os limites oferecidos pelos bancos. Mesmo que a pessoa consiga cobrir o valor negativo, os juros cobrados pelo período podem ser significativos de acordo com o valor e a quantidade de dias de uso deste limite. No último levantamento da Anefac, em julho, o juros do cartão de crédito fecharam o mês com uma média de 11,46%, já o cheque especial chegou a 11,75%.

3- Quando é oferecido um desconto para quitação da dívida

É uma prática comum instituições oferecerem descontos para pagamento antecipado ou quitação de dívidas atrasadas, que podem chegar à 90% do valor total em algumas ocasiões. Se o acordo para pagamento à vista for muito vantajoso, fazer um empréstimo de qualidade, com juros baixos e parcelas que não prejudicam a renda, é uma solução economicamente saudável.

4- Para limpar o nome

A inadimplência no Brasil tem batido recordes. Mais de 63 milhões de brasileiros estão com o nome sujo. Como dito no item anterior, muitas vezes a renegociação pode oferecer condições oportunas.

Apesar de ser mais difícil conseguir crédito com restrições no nome, modalidades como o consignado e os empréstimos com garantia (de imóvel ou automóvel) são opções para os clientes negativados que querem ter seus nomes excluídos das listas de maus pagadores.



Fonte: O Povo

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001