05 de maio de 2020 às 10h24m
Sérgio Aguiar pede ações urgentes do poder público para o turismo do Ceará

O deputado estadual Sérgio Aguiar (PDT), presidente da Comissão de Fiscalização e Controle da Assembleia Legislativa do Ceará, pede que os governos dediquem mais atenção para o setor do turismo, fortemente impactado pela pandemia da covid-19.

“Apelamos aos executivos federal, estaduais e municipais por medidas urgentes para que mitiguem os impactos sócio-econômicos e, assim, o setor esteja saudável para o período de estabilização e de recuperação, aliviando a pressão operacional e salvando empregos”, pede, demandando auxílios públicos suficientes para manter o setor vivo, com a disponibilização de crédito. O deputado solicita, ainda, que as micro e pequenas empresas tenham uma atenção especial, crédito facilitado e subsidiado para manter as atividades, diferimento de tributos e flexibilização dos contratos de trabalho para manter a massa salarial do setor.


O setor, antes do agravamento da pandemia, apresentava boas perspectivas para o Ceará em 2020, com expectativa de crescimento em várias atividades do segmento. Desde que foi instituída a quarentena, conta Sérgio Aguiar, o mercado de viagens tem sido um dos mais impactados, “restando quase nenhuma possibilidade de receita. Como é uma atividade fortemente geradora de empregos em todas as faixas de renda, seu enxugamento traz consequências significativas.” A projeção é de que a estabilização do setor volte em 12 meses.


No caso do turismo internacional, o parlamentar afirma que o período de recuperação poderá chegar a 18 meses. Para compensar essa perda, será necessário que o turismo como um todo cresça em média 16,95% nos próximos dois anos.


Fonte: O Estado

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001