30 de abril de 2020 às 06h55m
Assessoria de Imprensa do Gabinete da Primeira-Dam

Reunião entre governadores do Nordeste e ministro da Saúde, Nelson Teich, foi realizada na tarde desta quarta-feira

O governador Camilo Santana se reuniu nesta quarta-feira (29) com o ministro da Saúde, Nelson Teich, e os demais governadores do Nordeste para avaliar as ações de enfrentamento à pandemia de coronavírus na região. O encontro, que durou cerca de 1h30 e foi realizado por videoconferência, contou ainda com a participação do corpo técnico do Ministério e de secretários estaduais de Saúde.

Em sua fala, o governador do Ceará agradeceu ao ministro pela habilitação de 140 leitos de UTI, na última segunda-feira, e solicitou a habilitação do restante dos leitos de terapia intensiva e de enfermaria que já estão em funcionamento no Ceará. No total, o Governo do Estado abriu 398 leitos de UTI e cerca de 600 de enfermaria, incluindo a aquisição de dois hospitais particulares – Leonardo da Vinci e Batista – exclusivos para o tratamento de pacientes com Covid-19.

Camilo Santana solicitou ao ministro, ainda, a urgência no envio de respiradores, equipamento fundamental para a abertura de novos leitos de UTI. “A nossa luta tem sido em ampliar a rede de saúde e abrir os leitos, já que muitos pacientes têm chegado em estado avançado e necessitam de UTI, principalmente com respirador. Essa questão dos respiradores têm sido a maior angustia dos governadores. Fizemos uma compra grande de respiradores de fora do Brasil (700 unidades) e infelizmente ainda não conseguimos trazer nenhum. Estamos dependendo muito desse apoio por parte do Ministério”, citou.

O governador do Ceará também falou sobre a necessidade do apoio com a contratação de pessoal e a reavaliação na distribuição dos recursos enviado aos estados. “Nessas contratações que o ministério está realizando solicito a urgência de disponibilizar o pessoal já contratado para alocação em Fortaleza e no estado do Ceará. Também quero lembrar um ponto que coloquei no relatório, que é a reavaliação dos recursos que estão sendo enviados para o enfrentamento da pandemia”, disse Camilo Santana.

Ao final da reunião, o ministro Nelson Teich informou que o corpo técnico do Ministério ficará em contato com os secretários de Saúde para avaliar a demanda de cada estado nordestino. “Agradeço ao apoio do Ministério e reitero a importância de estarmos sempre unidos, dialogando, com o único objetivo de proteger a população”, afirmou Camilo Santana.

Decisão

O Ministério Público do Ceará (MPCE) e o Ministério Público Federal (MPF) obtiveram nesta quarta-feira liminar garantindo a entrega de 94 respiradores adquiridos pelo Estado do Ceará e Prefeitura de Fortaleza. A empresa, que tem sede em Cotia (SP), deixou de entregar os respiradores destinados a equipar unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) em território cearense. De acordo com a Intermed, as máquinas teriam sido retidas pelo Ministério da Saúde. “Essa decisão foi uma grande vitória para o Ceará”, citou o governador Camilo Santana.


Fonte: Governo do Ceará

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001