09 de abril de 2020 às 15h52m
Estudantes de Reriutaba (CE) criam projeto para incentivar doação de medula óssea

Por meio de palestras e mobilizações sociais, iniciativa proporcionou para a comunidade mais conhecimento sobre o ato de doar


Estudantes de Reriutaba (CE) criam projeto para incentivar doação de medula óssea

Por meio de palestras e mobilizações sociais, iniciativa proporcionou para a comunidade mais conhecimento sobre o ato de doar

De acordo com Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME) o Brasil sofre com baixos índices de doadores de medula óssea. O transplante é uma opção de tratamento recomendada em casos de doenças como leucemias e linfomas. O número de doadores, no entanto, ainda é baixo, e isso se deve aos medos e tabus causados principalmente pela falta de conhecimento sobre o assunto. Com o intuito de mudar esse cenário, alunos do 3º ano do ensino médio da Escola Estadual de Educação Profissional Francisca Castro de Mesquita, localizada em Reriutaba (CE), criaram o projeto "Empatize-se: a prática da empatia como ferramenta para salvar vidas", finalista do Desafio Criativos da Escola de 2019.

A iniciativa teve início quando os alunos realizaram uma visita técnica no Hemocentro Regional de Sobral para conhecer a rotina e a vivência dos profissionais, eles constataram que o hemocentro tinha baixo percentual de adesão e grande desconhecimento da população sobre a doação. Os estudantes se questionaram como era possível mudar essa realidade e sensibilizar a comunidade para essa ação. Eles realizaram uma ampla pesquisa bibliográfica e buscaram compreender mais sobre a vivência de um paciente transplantado. Para estimular ainda mais a doação de medula, os alunos fizeram uma parceria com o Hemocentro Regional e foram incentivados a realizar uma mobilização social para a Doação de Medula Óssea e Sangue.

Para conscientizar a comunidade, os estudantes distribuíram folders informativos e cartazes em comércios e locais estratégicos da cidade. Além disso, realizam uma palestra na escola sobre a logística e os efeitos da doação para quem doa e para quem recebe. Também deram suporte na organização e na coleta de sangue realizada pelo hemocentro na escola com o propósito de cadastrar novos doadores. O projeto conquistou o 1ª Lugar na "VIII Feira de Ciências", categoria Ciências da Natureza, da Escola Estadual de Educação Profissional Francisca Castro de Mesquita (Reriutaba/CE) e 1ª Lugar no "Ceará Científico", Etapa Regional da CREDE 6, no ano de 2018 na Categoria Ciências e Engenharia.

Em breve - inscrições para o Desafio 2020
Você conhece um projeto protagonizado por crianças e jovens que está transformando a escola e a comunidade? Então, prepare-se para compartilhar: em breve começam as inscrições para a 6ª edição do Desafio Criativos da Escola. Em 2019, a premiação recebeu 1.443 projetos de todos os estados do Brasil. É possível conhecer as histórias dessas iniciativas nas redes sociais do programa e em seu site,onde também há um material de apoio ao educador que pode contribuir com a prática pedagógica dentro e fora da sala de aula.

Sobre o Instituto Alana
O Instituto Alana é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que aposta em programas que buscam a garantia de condições para a vivência plena da infância. Criado em 1994, é mantido pelos rendimentos de um fundo patrimonial desde 2013. Tem como missão "honrar a criança".


Fonte: 2PRÓ Comunicação alana@2pro.com.br

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001