19 de março de 2020 às 13h55m
Em live, RC afirma que ampliará leitos de UTI e validade de receita de medicamentos

O prefeito de Fortaleza ainda reforçou a importância do isolamento social e pede consciência de fortalezenses

O prefeito Roberto Cláudio e a secretária da Saúde Joana Maciel anunciaram em live de Facebook nesta quinta-feira, 19, algumas medidas para atender pacientes do Covid-19 e conter a propagação do vírus na Capital.

Segundo o prefeito, os leitos de UTI serão ampliados de 74 para 175, com o objetivo de atender mais pacientes com suspeita do novo coronavírus. Segundo o prefeito, o IJF 2 deverá disponibilizar até 175 leitos de UTI para atendimento a eventuais pacientes de coronavírus. Em nota, a assessoria informou que "inicialmente, o prefeito já havia assegurado que até maio seriam 74 novos leitos de UTI e que agora serão ampliados para 175, caso haja necessidade". Outra medida anunciada foi o adiamento para o segundo semestre do concurso para o IJF. "De imediato, a Prefeitura vai fazer uma seleção pública para ampliar o número de profissionais para atendimento nos casos de coronavírus", informou em nota.

Ainda sobre os hospitais e postos de saúde, o prefeito, durante a live, pediu compreensão dos fortalezenses e explica que as secretarias já estão encomendando da China equipamentos como máscaras, álcool em gel e outros materiais hospitalares. "No momento está faltando tudo, não é só aqui [em Fortaleza] não", reforça.

Desde a chegada do Sars-Cov-2 no Brasil, os estoques de álcool em gel nas farmácias e supermercados praticamente acabaram. Isso gerou aumento do preço do produto, que está em falta até nos postos de saúde. "Bom sabão e boa lavagem de mãos substituem à altura o álcool em gel. É muito importante a lavagem frequente das mãos", orienta.

+ Leia mais: Dona de farmácia em Cascavel é presa por preços abusivos no álcool em gel

Nos terminais, além dos pontos de álcool em gel instalados, a prefeitura também está montando desde anteontem, de acordo com RC, pias externas para que os passageiros prefiram higienizar as mãos com água e sabão após saírem dos coletivos.

Medicamentos

Outra ação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) é aumentar a validade dos medicamentos de uso contínuo, para que os usuários não precisem ir aos postos de saúde para adquirir uma nova receita. Dessa forma, receitas com seis meses de prazo terão a validade expandida para 12 meses. Para idosos maiores de 60 anos, as receitas de 30 dias valerão para 60. Já os idosos acima de 80 anos receberão os medicamentos em casa. 

A tentativa da SMS é, principalmente, impedir que os maiores de 80 saiam de casa. Por isso, eles também serão vacinados contra a gripe em domicílio, a partir do cadastramento nos programas Saúde da Família e Melhor em Casa. Aqueles que ainda não se cadastraram devem ligar para posto mais próximo evitar a locomoção ao local.

A primeira fase campanha de vacinação contra a gripe foi adiantada para próxima segunda-feira, 23, e terá como público-alvo idosos a partir de 60 anos e trabalhadores da área da saúde. Para evitar aglomerações, além das salas de vacinação dos 113 postos de saúde de Fortaleza, 400 escolas públicas municipais servirão como pontos de vacinação segura. 

De acordo com Joana Maciel, os espaços são amplos e arejados e, portanto, mais seguros para evitar propagação do Covid-19.


Fonte: O Povo

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001