29 de fevereiro de 2020 às 10h24m
OMS eleva a ameaça internacional do coronavírus para muito alta

A OMS (Organização Mundial da Saúde) elevou a ameaça internacional do coronavírus Sars-CoV-2 para muito alta nesta sexta-feira (28).

“O aumento contínuo do número de casos da doença causada pelo vírus, a chamada covid-19, e o aumento do número de países afetados são de clara preocupação”, disse Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS.
“Nossos epidemiologistas estão monitorando os desdobramentos, e agora aumentamos nossa avaliação do risco de espalhamento e o risco de impacto da covid-19 para muito alta num nível global.”

Até o momento, o vírus deixou mais de 83 mil infectados e matou mais de 2.800 pessoas (a maioria na China). Mais de 36 mil se recuperaram.

Segundo o diretor da OMS, até o momento a maioria dos casos podem ser ligados a contatos conhecidos ou aglomerados de casos. “Não vemos evidência ainda de que o vírus está se espalhando livremente nas comunidades”, disse. “Enquanto for esse o caso, ainda temos chance de conter o coronavírus se ações robustas forem tomadas para detectar casos de forma precoce, isolar os pacientes e cuidar deles e rastrear os contatos.”

Ghebreyesus também afirmou que há mais de 20 vacinas sendo desenvolvidas no mundo. “Esperamos os primeiros resultados em algumas semanas, mas não precisamos esperar por vacinas e soluções terapêuticas.

Há coisas que cada indivíduo pode fazer para se proteger e proteger os outros hoje”, disse, referindo-se às boas práticas de higiene respiratória, como lavar sempre as mãos e espirrar e tossir no cotovelo.
“Seu risco depende de onde você mora, sua idade e sua saúde em geral”, lembrou o diretor.


Fonte: Folhapress

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001