13 de fevereiro de 2020 às 09h12m
Vereadores pautam Carnaval na tribuna do Legislativo

Pouco mais de uma semana até o início do Carnaval, a festa popular se fez presente em diferentes pronunciamentos de vereadores na sessão plenária de ontem (12) da Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor).

O vereador Iraguassú Filho (PDT), da base do governo, subiu à tribuna para informar que as 37 agremiações carnavalescas de Fortaleza deste ano já receberam o pagamento do edital da Prefeitura. “É a primeira vez em 20 ou 30 anos que os recursos para o Carnaval são liberados com antecedência. Esta é uma prova de que a atual gestão investe na cultura e nas comunidades envolvidas”, defendeu.


De acordo com o parlamentar, o poder público municipal vem dando uma condição maior e melhor para a realização das festas. Ele também comentou, na ocasião, sobre emendas que apresentou na Casa sobre a alteração do Código Tributário, trazendo isenções às pessoas que fabricam material para o Carnaval e às agremiações carnavalescas.
“Parabenizo o empenho da equipe da Secretaria de Cultura de Fortaleza. Eles entendem que Carnaval é cultura e investimento social acima de tudo. Tivemos o primeiro avanço este ano e esperamos que os próximos gestores alcancem ainda mais, ampliando e antecipando os recursos. Isso com certeza vai contribuir para o desempenho, beleza e riqueza no desfile na Domingos Olímpio”, concluiu.
Adeus Amélia
Já a vereadora Larissa Gaspar (PT) defendeu a inclusão do bloco Adeus Amélia na programação de Carnaval de Fortaleza e pediu explicações à Prefeitura sobre o motivo do bloco não desfilar desde 2017, mesmo tendo a previsão de recursos no orçamento do município e corresponder aos fundamentos previstos no Plano Municipal de políticas para as mulheres. A parlamentar informou que já enviou ofício à Secretaria de Direitos Humanos solicitando informações, mas ainda não obteve resposta.
“A gente quer explicações da Prefeitura sobre o motivo do bloco não está saindo às ruas e o que está sendo feito com os recursos que foram destinados a ele. Desde 2017 pra cá o bloco não tem saído, o que demonstra a falta de compromisso da gestão com a promoção de políticas públicas para as mulheres e isso reflete também no orçamento. Ano passado nós tivemos um orçamento de R$ 3,7 milhões para as mulheres e nem 3% foi executado, enquanto os gastos com publicidade ultrapassaram os R$ 85 milhões”, pontuou.


Larissa defendeu o desfile do bloco, ressaltando a importância do grupo na luta pelos direitos das mulheres. “O bloco surge em 2005 e já colocava cerca de mil mulheres na avenida Domingos Olímpio, tendo inclusive repercussão nacional. Ele leva as bandeiras de luta das mulheres, organizado por alas; de enfrentamento à violência contra as mulheres, em defesa da autonomia econômica, da atenção integral à saúde da mulher, pela participação política e dando inclusive a oportunidade das mulheres das periferias de vivenciarem um momento de lazer, de folia, mas não apenas pela festa de carnaval, mas também por ser um momento de denúncia e de cobrança ao poder público daquilo que é fundamental para nós mulheres, que é uma vida sem violência, de autonomia e dignidade”, frisou.


Saudade


Por fim, o vereador Benigno Júnior (PSD) usou a tribuna para destacar a realização da 53ª edição do baile de Carnaval da Saudade do clube Náutico Atlético Cearense, que este ano traz uma homenagem à sambista Beth Carvalho. Ele também comentou que já começou a tramitar na Casa o projeto de lei ordinária (PLO) nº 32/2020, de sua autoria, que reconhece o baile como patrimônio cultural imaterial de Fortaleza. O vereador destaca o simbolismo da festa, onde a corte momina é coroada e recebe das mãos do prefeito a chave da cidade.


Em seu pronunciamento, o parlamentar solicitou ao presidente da Comissão de Constituição e Legislação, vereador Didi Mangueira (PDT), para que a matéria tramite o mais breve possível. “Essa festa tem muito simbolismo, é uma festa glamorosa, onde autoridades e sociedade como um todo se encontram no clube do Náutico.”


Fonte: O Estado

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001