23 de janeiro de 2020 às 11h10m
Coronavírus mata 17 na China e se espalha pelo mundo

Aumentou para 17 o número de mortes decorrentes da infeção pelo novo tipo de coronavírus detectado na China, confirmaram nessa quarta-feira as autoridades do país.

O número de pessoas infectadas subiu para mais de 550. No mesmo dia, a Organização Mundial da Saúde (OMS) reúne-se para decidir se deve declarar uma “emergência de saúde pública de interesse internacional”.


O balanço da progressão do coronovírus foi divulgado pelas autoridades de Wuhan, no centro da China, cidade onde o surto começou no mês passado. A Comissão Nacional de Saúde chinesa havia alertado hoje que o novo tipo de coronavírus poderia “sofrer mutações e espalhar-se mais facilmente”.


O fato é que a maioria dos infectados são da província de Hubei, cuja capital é Wuhan – um importante centro de transporte doméstico e internacional, e as autoridades apelam para que as populações que não viajassem para esta cidade chinesa, por suspeitar ser o ponto originário do vírus.
“Basicamente, não vão para Wuhan. E aqueles que estão em Wuhan, por favor, não saiam da cidade”, afirmou hoje Li Bin, vice-diretor da Comissão Nacional de Saúde da China. A população residente também foi alertada para evitar multidões e encontros em espaços públicos. OMS avalia hipótese de “emergência de saúde pública internacional”.


As autoridades chinesas confirmaram que a situação no país está na fase “mais crítica” da prevenção e controle. O Comité de Emergência da Organização Mundial de Saúde se reúne em Genebra, na Suíça, com vista para avaliar a situação e a possibilidade de se declarar emergência de saúde pública internacional, assim como para determinar que recomendações para controlar o coronavírus.

Colômbia


O Ministério da Saúde da Colômbia emitiu ontem um comunicado para anunciar a possibilidade de um caso de Coronavírus (nCov) no país. Segundo informações oficiais, um homem de nacionalidade chinesa chegou hoje ao território colombiano, procedente da China, e passa por exames. O relato não informou em qual cidade ocorreu o desembarque, mas a rádio Caracol informa se tratar de um passageiro vestindo máscara que chegou de um voo oriundo de escala na Turquia. A aeronave foi isolada.


Antes dele, no domingo, um outro homem havia desembarcado na Colômbia depois de viagem à Ásia reportando sintomas de Infecção Respiratória Aguda Grave (Irag). No entanto, exames respectivos descartaram a presença do Coronavírus no viajante. (Com informações da Agência Brasil)


Fonte: O Estado

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001