28 de outubro de 2019 às 20h30m
Óleo no Nordeste: governador se reúne com capitão dos portos e avalia ações

Grupo de trabalho se reuniu hoje no Palácio da Abolição para avaliar ações de prevenção e novas intervenções

O governador Camilo Santana se reuniu nesta segunda-feira (28), no Palácio da Abolição, com o capitão dos Portos do Ceará, capitão de mar-e-guerra Madson Cardoso, e integrantes do grupo de trabalho que têm acompanhado as ocorrências de óleo nas praias cearenses. Em discussão, as ações que vêm sendo realizadas há algumas semanas e mais intervenções de prevenção.

“Mesmo o Ceará tendo sido um dos estados menos atingidos pelas manchas de óleo, não podemos reduzir nossas ações. Temos que intensificar o trabalho para preservar o nosso litoral. É muito importante a gente somar esforços para reduzir o impacto em nossa fauna e flora marítimas”, citou Camilo Santana.

De acordo com o coronel Eduardo Holanda, comandante do Corpo de Bombeiros, são realizados sobrevoos diários por todo o litoral cearense (573 km) para identificar novas manchas de óleo. Além da atuação de campo, o grupo de trabalho permanece com uma equipe baseada dentro da Marinha para realizar o trabalho de prevenção e o planejamento de novas intervenções. Segundo o secretário do Meio Ambiente, Artur Bruno, amanhã será realizada uma nova reunião entre a força-tarefa para operacionalizar o plano de contenção elaborado na última sexta-feira, que inclui o trabalho de contenção da foz dos rios Curu e Jaguaribe.

Além do capitão dos Portos, participaram do encontro o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Eduardo Holanda; o comandante de policiamento do Meio Ambiente da PM, tenente-coronel Ricardo Jorge; o subcomandante da PM, coronel Ozair Santos; e os secretários Élcio Batista (Casa-Civil), Artur Bruno (Meio Ambiente) e Chagas Vieira (Comunicação).

Histórico de ações

Desde o dia 25 de setembro, o Governo do Ceará vem reunindo todas as entidades que possam colaborar com o combate à mancha de óleo que vem atingindo o litoral do Nordeste, de forma a mitigar seus efeitos no Ceará. Desde então, foi formado um Grupo de Trabalho – com representantes de vários órgãos – que se reúne semanalmente para planejar e executar ações de monitoramento e limpeza.

Todos os recursos do governo estão disponíveis num grande esforço conjunto. Integrantes do Grupo de Trabalho, servidores das prefeituras envolvidas e voluntários já recolheram mais de 1000 kg de óleo e areia das praias, notadamente Sabiaguaba, Prainha, Caponga, Aracati, Paracuru, Paraipaba, Canoa Quebrada, Barreiras, Praia das Fontes e Morro Branco, em mais de 20 mutirões de limpeza, dando assistência, com ONGs parceiras, aos animais oleados.

Estão sendo também elaborados planos de prevenção para contenção – ainda no mar, inclusive com a ajuda da Marinha e CIPP/SA – de possíveis novas manchas que venham a surgir. O Governo do Estado continua de prontidão e continuará agindo, dentro do limite de suas responsabilidades constitucionais, até que toda situação esteja efetivamente sob controle.

Para mais informações sobre aparecimento de óleo nas praias e achado de animais oleados, a população deve acionar os seguintes órgãos:

– 190 (Ciops – Defesa Civil e Emergência)

– 0800.2752233 (Semace)

– 3101.3545 (Batalhão da Polícia Ambiental)


Fonte: Governo do Estado Ceará

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001