28 de outubro de 2019
Donald Trump anuncia morte do líder do Estado Islâmico

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, confirmou a morte do líder do grupo terrorista Estado Islâmico (EI), Abu Bakr al-Baghdadi, em um pronunciamento nesse domingo (27) na Casa Branca

O anúncio representa uma vitória do republicano em meio a duas crises que enfrenta: o inquérito de impeachment devido às acusações de trocas de favores com a Ucrânia e as críticas, inclusive de membros de seu partido, por conta da retirada das tropas americanas do nordeste da Síria.


Segundo Trump, Baghdadi estava sendo monitorado há semanas e, durante uma operação na Síria, realizada nesta semana na província de Idlib, na fronteira com a Turquia, o extremista foi perseguido em um túnel. Ao se ver acuado por militares dos EUA, acionou um colete de explosivos, matando a si mesmo e outras três crianças que o acompanhavam. Ainda de acordo com o discurso do republicano, o chefe do EI foi identificado por meio de testes de DNA 15 minutos após a morte.


No pronunciamento transmitido pela TV, o presidente disse que “os Estados Unidos levaram o líder terrorista número 1 do mundo à Justiça” e que “o bandido que se esforçou tanto para intimidar os outros passou seus últimos momentos com medo, pânico e pavor, aterrorizado pelas forças americanas”. “Ele chegou ao fim do túnel quando nossos cães o perseguiram. Ele pegou seu colete, matando a si mesmo e a seus três filhos. Seu corpo foi mutilado pelas explosões. O túnel desabou sobre ele”, afirmou o líder americano, que também descreveu o terrorista “choramingando e chorando” ao ser acossado.


De acordo com o secretário de Defesa dos EUA, Mark Esper, em entrevista à CNN, as forças especiais dos EUA tentaram capturar Baghdadi vivo, mas o chefe do EI se recusou e fugiu para uma área subterrânea.
Trump disse que as forças americanas, transportadas por oito helicópteros pelo espaço aéreo controlado pela Rússia e com a permissão de Moscou, foram recebidas com tiros ao aterrissarem.


Fonte: O Estado

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001