19 de agosto de 2019 às 18h12m
Cirurgia inovadora recupera movimento dos membros superiores de tetraplégicos

16 pessoas participaram do procedimento teste e obtiveram resultados expressivos

Recentes testes cirúrgicos deram esperanças às pessoas que estão tetraplégicas, possibilitando a realização de atividades que elas acreditavam ser impossíveis novamente. Paul Robinson foi um dos 16 pacientes que participaram da cirurgia de realocação de nervo, no Austin Health, em Melbourne, na Austrália.

Após quebrar uma das vértebras do pescoço em um acidente de moto em 2015, o homem de 34 anos perdeu os movimentos motores e musculares do peito para baixo. Robinson passou por um procedimento cirúrgico de transferência de nervo - técnica pioneira em lesões na medula espinhal - e agora ele é capaz de usar suas mãos e braços para realizar atividades, como empurrar sua cadeira de rodas, pegar itens no chão, usar o controle remoto da televisão e segurar um copo.

Os pacientes que participaram do teste foram submetidos a transferências nervosas simples ou múltiplas em um ou ambos os membros superiores. O objetivo do procedimento era permitir que o cotovelo se estendesse e as mãos realizassem os movimentos de apertar, abrir e agarrar.

Cirurgiões têm conseguido restaurar a função dos membros superiores realizando o procedimento de transferência de tendões. Esta cirurgia move tendões que ainda funcionam, mas que exerciam outra função, para fazerem o trabalho dos músculos que estão em paralisia.

Segundo a líder da pesquisa, Natasha van Zyl, cirurgiã plástica e reconstrutora da Austin Health, a cirurgia de transferência de nervos não foi inventada por sua equipe, havendo apenas o pioneirismo na aplicação da técnica em lesões de medula espinhal. "A transferência de nervo é mais flexível e natural. A abertura da mão é importante para digitar, deslizar e usar um touchpad", disse Natasha.

A médica ressalta, no entanto, que as duas intervenções cirúrgicas possuem vantagens. Ela explica que a transferência de tendões restaura a potência e a capacidade de levantar peso. Já a transferência de nervos possibilita um movimento mais natural e controle mais fino em uma mão. As informações são da CNN Health.


Fonte: O Povo

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001