27 de junho de 2019
Camilo assina 50 milhões de euros com banco Alemão

O governador Camilo Santana assinou, na manhã de ontem (26), em Brasília, financiamento de 50 milhões de euros com o Banco Alemão de Desenvolvimento (KFW) para implementação do Programa Águas do Sertão.

Com contrapartida de 12,5 milhões de euros do Governo do Estado, o programa receberá investimento total de 62,5 milhões de euros.

 

“Esse projeto vai consolidar nossa posição pioneira em termos de políticas de saneamento rural. O financiamento ampliará a oferta de serviços de água, principalmente nas áreas mais afastadas do Ceará”, afirmou o governador Camilo Santana.

 

O chefe do Executivo também destacou a preocupação em manter investimentos na área para garantir o atendimento à população. “Temos feito um esforço muito grande para não deixar faltar água aos cearenses e melhorar as condições de saneamento básico”, enfatizou.
A comitiva de Camilo Santana foi formada pelos secretários das Cidades, Zezinho Albuquerque; do Planejamento, Mauro Filho; do executivo de Saneamento das Cidades, Paulo Henrique Lustosa; e do procurador-geral do Estado, Juvêncio Vasconcelos.

 

Para Zezinho Albuquerque, a execução desse programa também promoverá o uso racional dos recursos hídricos, fato que segundo o secretário de Governo também é de grande relevância para o momento que o Ceará vivencia. “Fico muito contente de participar deste momento que levará qualidade de vida para cerca de 200 mil cearenses. Resultado de muito trabalho do governador Camilo Santana, por meio da secretaria das Cidades”, ratificou.

 

Sertão

 

O programa vai beneficiar cerca de 200 mil pessoas e tem por objetivo fortalecer a resiliência da população rural do Estado às secas e escassez de água, melhorando as condições de saúde e qualidade de vida, por meio de soluções de abastecimento de água e esgotamento sanitário.
O programa também visa fortalecer o modelo de gestão do Sistema Integrado de Saneamento Rural (SISAR), e realizar melhorias nas condições sanitárias das localidades beneficiadas, assim como garantir a proteção e utilização mais eficiente dos recursos hídricos.


Fonte: O Estado

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001