25 de fevereiro de 2019
Uece abre nova turma de Medicina e dobra número de vagas por ano

A partir deste ano, a Universidade Estadual do Ceará (Uece) passa a ofertar outra turma para o curso de Medicina, dobrando o número de vagas anualmente.

O anúncio foi feito pelo governador Camilo Santana nesta sexta-feira (22), após se reunir com representantes da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece) e órgãos vinculados (Urca, Uece, UVA e Funcap) para tratar sobre os principais projetos em andamento para 2019.

Atualmente, são disponibilizadas 40 vagas, preenchidas em um único processo seletivo. De agora em diante, o segundo vestibular anual feito pela instituição vai passar a contar também com uma turma, como explica o reitor da instituição, Jackson Sampaio.

O curso de Medicina da Uece tem 15 anos de funcionamento. Nesse período, já foram formadas 11 turmas.

A carga horária é de 6.984 horas, das quais 1.800 são de internato. O prazo mínimo de duração do curso é de 12 meses, podendo se estender, no máximo, para 18 meses. Para se formar, o aluno precisa obter 388 créditos curriculares, com cada um correspondendo a 18 horas/aula.

A Uece credenciou os oito hospitais que o Estado tem em Fortaleza para estudo dos alunos. A ideia é que o estudante aprenda nas situações reais de assistência à população.

Os hospitais recebem os alunos desde o terceiro ano de curso para atividades práticas das questões teóricas e disciplinas práticas quando a questão é assistência secundária e terciária. As unidades hospitalares também são utilizadas durante o internato, feito nos quinto e sexto anos.

Para o reitor da Universidade, Jackson Sampaio, o curso é um dos mais completos, colocando à disposição da sociedade ótimos profissionais.

O curso de Medicina da Uece é um dos melhores avaliados no Brasil. Segundo Jackson Sampaio, os constantes bons resultados no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) colocam a Universidade em destaque.

Segundo o reitor Jackson Sampaio, a expansão do curso de Medicina representa o reconhecimento aos bons resultados obtidos pelo curso.

O objetivo é formar o médico generalista com sólida fundamentação científica e técnica, dotado de comportamento ético, sentimento de afeição ao seu semelhante, capacidade analítica e poder criativo na aplicação dos conhecimentos e práticas adquiridos para a tomada de decisões na promoção, manutenção e habilitação da saúde individual e coletiva e na prevenção e tratamento dos transtornos e agravos da saúde; comprometido com as transformações da sociedade, apto a colaborar no processo de desenvolvimento sustentável do Estado de Ceará e do País e consciente do dever de atualizar permanentemente seus conhecimentos e habilidades.


Fonte: Governo do Ceará

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001