21 de fevereiro de 2019 às 15h13m
CCI de Maranguape: Alunos da rede pública ganham oportunidade de aprender gratuitamente outro idioma

Este é o 11° Centro Cearense de Idiomas inaugurado pelo Governo do Ceará. Só nesta unidade são 575 alunos aprendendo inglês ou espanhol. No total, cerca de 10.600 vagas estão ofertadas no Estado


Centenas de estudantes e educadores animaram a inauguração do 11° Centro Cearense de Idiomas (CCI), na cidade de Maranguape, Região Metropolitana de Fortaleza. Equipamento do Governo do Ceará, a unidade conta com 575 vagas e vai atender alunos da rede pública estadual de ensino nos turnos da manhã, tarde e noite, com aulas de segunda a quinta-feira, das 9h às 20h30. O governador Camilo Santana participou da solenidade ao lado da secretária da Educação, Eliana Estrela. Dois alunos do CCI Papicu, inaugurado ano passado em Fortaleza, deram as boas-vindas em inglês e espanhol, línguas ensinadas nos centros.

Camilo Santana falou da importância de oferecer aos jovens um curso de línguas gratuito e com estrutura de qualidade. “Hoje, vi aqui dois alunos de outro Centro inaugurado ano passado já falando em outra língua, isso nos emociona. O Ceará tá apostando em um mundo moderno, conectado, e é essencial para o mercado de trabalho que as pessoas saibam falar fluentemente outra língua. Nós escolhemos essas por serem as mais faladas no mundo – o espanhol na América Latina e o inglês praticamente no mundo inteiro. Isso é dar uma oportunidade para esse jovens, principalmente nessa lógica em que estamos pensando o Ceará, como um centro de conexões aéreo, marítimo e tecnológico”, destacou o governador.

Estão previstos, inicialmente, 13 Centros Cearenses de Idiomas no Estado, com investimento superior a R$ 5,5 milhões, oriundos do Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Educação (Seduc). Até o momento, já foram entregues oficialmente os CCIs de Itapipoca, Crateús, Caucaia, Juazeiro do Norte, além de seis unidades distribuídas em Fortaleza. Em todo o Estado são 10.600 vagas disponibilizadas para os estudantes.

Os cursos são organizados em módulos de estudo, podendo ser certificada a conclusão de cada módulo ou de seu conjunto. O critério para participar do curso é estar matriculado em uma escola da rede pública estadual, disse o diretor do CCI de Maranguape, Miguel Garcia, que chega com a experiência de já ter estado à frente do Centro do Papicu. Ele explica como funciona. “Aqui temos capacidade para 15 turmas de inglês e nove de espanhol. Vamos atender a estudantes de oito escolas, sendo sete de Maranguape e uma de Maracanaú. O curso completo dura três anos e cada semestre letivo tem 60 horas de aula”, disse o diretor.

Cada escola tem um número disponível de vagas para o Centro que está situado na regional (Fortaleza) ou no município sede (Interior). Também há vagas em cada Centro para os docentes e os cursos caracterizam-se como formação continuada.
Oportunidades

Cursar gratuitamente um curso de inglês ou espanhol em salas climatizadas e com toda a estrutura necessária para o aprendizado é uma oportunidade que há pouco tempo só se tinha em locais de ensino privado. Contudo, com a criação dos Centros Cearenses de Idioma os estudantes de escolas públicas no Ceará passaram a ter também.

A secretária Eliana Estrela ressaltou o trabalho que vem sendo feito pelo Governo do Ceará para dar todas as condições aos jovens cearenses. “Esse espaço é para vocês, a juventude que a gente acredita, investe e está cada vez mais próximo. O governador sempre pede para a gente ver o que pode fazer mais para vocês. Educação é a única coisa que não se pode tirar de ninguém e é nesse sentido que a gente investe, é o investimento nas pessoas. O que nos faz feliz é esse brilho no olhar de cada um. Isso faz com que a gente saiba que estamos trilhando um caminho melhor. Esse equipamento é para vocês aproveitarem. Aqui vocês terão professores renomados e qualificados. Esse Centro de Idiomas vai fazer de vocês pessoas preparadas para o mercado de trabalho e para o ingresso nas universidades”, ponderou a secretária.

Ewerton Vasconcelos é estudante do 3° ano do Ensino Médio e pretende se tornar engenheiro civil. Na visão dele, saber se comunicar em mais de um idioma pode ajudá-lo no futuro, principalmente na esfera profissional. “Podemos ver o quanto é necessário e imprescindível saber falar outro idioma. O mundo inteiro de possibilidade se abre, possibilidade de viajar, de fazer um intercâmbio, maior chance de inserção no mercado de trabalho. Por isso acredito que a inauguração desse Centro de Idiomas é apenas um passo da grande caminhada que vamos juntos realizar daqui pra frente, abrindo portas para todos nós que aqui estamos e para muitos outros que ainda vão passar por aqui”, enfatizou o jovem.

Novidades

Durante a inauguração, Camilo Santana anunciou mais novidades. O planejamento do governador é colocar à disposição dos estudantes mais um língua, novas vagas e experiências fora do Brasil. “Vamos enviar uma mensagem para a Assembleia Legislativa nos autorizar a oferecer um intercâmbio aos melhores alunos dos CCIs, já são 11 instalados e queremos dobrar essa quantidade. Vamos abrir também para os alunos das escolas públicas estaduais para que eles possam ir a outros países da língua inglesa e espanhola, uma oportunidade de conhecimento. É uma ação inovadora que o Estado faz. Além, disso, pretendemos incluir a língua francesa”, anunciou.

A inauguração contou também com a presença do prefeito João Paulo Xerez, do deputado estadual Leonardo Araújo e do superintendente do Maranguape Shopping Mall (onde está localizado o CCI), Jackson Girão.

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001