05 de novembro de 2018 às 08h56m
Em jogo eletrizante, Ferroviário bate Caucaia e é campeão da Fares Lopes

Numa partida de quatro gols, Tubarão garante primeiro título da competição em sua história

A Taça Fares Lopes tem um campeão inédito. Depois de vencer o Caucaia por 3 a 1 na tarde deste domingo, 4, o Ferroviário conquistou o torneio pela primeira vez em sua história e completa o ano futebolístico em grande estilo. Depois do acesso à Série C e o título da quarta divisão, o segundo troféu no ano para o Tubarão dá a terceira vaga do futebol cearense na Copa do Brasil em 2019. 

No primeiro tempo, Siloé aproveitou erro na saída de bola do Caucaia, avançou e abriu o placar. Já na etapa final, o artilheiro Edson Cariús tratou de fechar a conta em contra-ataque rápido. Recebeu em profundidade, driblou o goleiro e fez o seu quinto tento na competição. A Raposa conseguiu dimunuir com Vanderlan, em rebote, mas Kel Baiano, no mesmo estilo, fez o terceiro do Tubarão. 
Agora os times entram de férias na atual temporada. O Ferroviário comemora o seu segundo título no ano e vai descansar para pensar o ano de 2019, onde estará na terceira divisão do futebol brasileiro e volta a disputar a Copa do Brasil, onde fez história em 2018. 
O JOGO
Se o primeiro tempo do jogo de quarta-feira foi abaixo do esperado, o da partida deste domingo foi diferente. Bem movimentado, a primeira etapa viu o Ferroviário pressionar bastante o Caucaia, tentando diminuir logo a vantagem que a Raposa tinha. 
Essa pressão resultou em gol quando Siloé aproveitou erro na saída de bola do Caucaia, avançou em direção da meta, limpou a marcação e arrematou com força para abrir o placar. 
O Caucaia, por sua vez, também teve suas oportunidades. Ciel era o mais acionado pelos seus companheiros, mas em nenhuma vez o atacante conseguiu receber em boas condições ou aproveitar as bolas que chegavam. Em algumas chances, a Raposa quase balançou as redes em tentativa de cobertura de longe de Thiaguinho e com Vanderlan, que recebeu bola na área, sem goleiro, e parou em Lucas Mendes. 
No segundo tempo, Caucaia começou em cima do Ferroviário, se lançando ao ataque para poder fazer um gol e segurar o resultado com mais tranquilidade. Porém, Edson Cariús tratou de quebrar essa estratégia. Em bola recebida em profundidade, o camisa 9 teve a frieza de avançar, driblar o goleiro e fazer o segundo do Tubarão no jogo. 
As alterações feitas pelo Ferroviário foram para dar mais presença física no meio de campo, visando diminuir as chances do Caucaia ocupando os espaços naquele setor. Já na Raposa, a ideia era ficar cada vez mais ofensiva, buscando criar chances. 
O Caucaia conseguiu chegar ao seu primeiro gol, com Vanderlan. Ciel recebeu pela direita, avançou e chutou na trave. No rebote, o camisa 17 empurrou para as redes. Minutos depois, Kel Baiano, que entrou no segundo tempo, aproveitou bola sobrada após defesa em cabeçada e fez o terceiro do Tubarão no duelo, dando números finais ao duelo.
 
FICHA TÉCNICA DE CAUCAIA 1 X 3 FERROVIÁRIO
Local: Estádio Presidente Vargas 
Árbitro: Avelar Rodrigo
Assistentes: Mardônio Ribeiro e Armando Lopes
Cartões amarelos: Lincoln, Janeudo, Lucas Mendes, Diego Silva, Jean, Edson Cariús, Olávio, Ciel, Diego Silva (2º), Lucas Mendes (2º), Kel Baiano. 
Cartões vermelhos: Diego Silva e Lucas Mendes. 
Gols: Siloé, min. 16 do 1/T. Edson Cariús, min. 8 do 2/T. Vanderlan, min. 36 do 2/T. Kel Baiano, min. 40 do 2/T.
Caucaia (4-3-3): Rafael; Talisson, Olávio, Luiz Gustavo (Cléo), Elves; Lincoln, Diego Silva, Netinho (Moré); Thiaguinho (Tininho), Vanderlan, Ciel. Técnico: Washington Luiz. 
Ferroviário (4-3-3): Gleibson; Lucas Mendes, Afonso, André Lima (Da Silva), Jean; Mazinho, Leanderson, Janeudo; Valdeci (Robson Simplício), Siloé (Kel Baiano), Cariús. Técnico: Marcelo Vilar.

Fonte: O Povo

Compartilhar
Publicidade
Todos os direitos reservados para avol.com.br - no ar desde 2001